uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Convento de Santa Iria e antigo colégio feminino novamente à venda

Convento de Santa Iria e antigo colégio feminino novamente à venda

Assembleia Municipal de Tomar aprovou a realização de uma hasta pública para alienação dos imóveis, que o município gostava de ver transformados em unidade hoteleira.

Edição de 21.09.2017 | Sociedade

A proposta para venda em hasta pública do Convento de Santa Iria e do antigo colégio feminino foi aprovada na última sessão da Assembleia Municipal de Tomar, marcada pela ausência da presidente da câmara, Anabela Freitas (PS), devido a um incêndio que deflagrava na altura no concelho.
“Achamos que a melhor proposta e aquela que aqui trazemos para a viabilidade daquele espaço seria a hipótese da venda”, explicou Hugo Cristóvão, vice-presidente da Câmara de Tomar, na apresentação desse ponto que não estava inicialmente incluído na agenda da sessão. A hasta pública terá um valor base a rondar um milhão e 300 mil euros.
Isabel Boavida, deputada do PSD, questionou o momento da venda: “Os senhores estão no poder há quatro anos e não apresentaram uma solução. Não é de ânimo leve que se vai pôr o património municipal à venda na última assembleia municipal antes das eleições”.
Após votação, a proposta da hasta pública foi aprovada com 15 votos a favor do PS e Independentes por Tomar, 3 abstenções da CDU e Bloco de Esquerda e 13 votos contra do PSD.

Procuram-se investidores
A venda do Convento de Santa Iria e antigo colégio feminino não é um assunto novo para os tomarenses. Em 2009, a Câmara de Tomar, presidida por Corvêlo de Sousa (PSD), aprovou o lançamento de um concurso público para venda do Convento de Santa Iria e do ex-colégio feminino, com um valor base de 1,5 milhões de euros com vista à instalação de uma unidade hoteleira com a categoria mínima de quatro estrelas, mas a verdade é que não deu entrada na câmara nenhuma proposta de aquisição dos espaços.
Posteriormente, a autarquia abriu a possibilidade de compra através de um contrato de constituição de direito de superfície que se estendia por 75 anos mas também não surgiram investidores. Em Abril de 2010 parte da cobertura do ex-convento ruiu, o que motivou a remoção de todas as coberturas e paredes que ameaçavam desabar e que colocavam em perigo pessoas e bens. Seguiram-se obras de preservação no Convento de Santa Iria no valor de 24.200 euros.
Em 2013, o actual executivo, presidido por Anabela Freitas, realizou um investimento que ascendeu aos 147.938,79 euros. As obras incidiram, sobretudo, na consolidação da fachada poente, na reabilitação de coberturas e de outras estruturas interiores. Em 2014 foi noticiado o interesse de dois investidores que apresentaram propostas de investimento entre 7 a 10 milhões de euros para converterem este edifício, localizado junto à ponte velha e rio Nabão, num hotel de quatro estrelas mas a verdade é que o projecto nunca avançou.

Convento de Santa Iria e antigo colégio feminino novamente à venda

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...