uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Saída com estrondo

Saída com estrondo

O vereador independente eleito pela CDU, Aurélio Marques, despediu-se das funções autárquicas neste mandato na última reunião pública da Câmara de Vila Franca de Xira. Aurélio nunca escondeu que gosta de pensar pela sua cabeça e que abomina as grilhetas partidárias. Na última reunião do mandato fez um discurso demolidor contra a CDU e explicou de forma mais clara por que motivo votou favoravelmente a aquisição da Escola da Marinha, ao contrário dos camaradas, dizendo não compreender as “contradições insanáveis” daquela força política, lembrando que o que noutros momentos era bom agora passou a ser mau. Aurélio lembrou também os apelos dos comerciantes da rua Serpa Pinto, cujos projectos de dinamização nunca viram seguimento. “Nem da Junta de Vila Franca, que em contraciclo com os seus camaradas vereadores não fez nada, mesmo nada, ignorando aquela comissão de moradores”, criticou. Num discurso que deixou toda a gente na sala sem ar, Aurélio Marques ainda mandou um recado ao comité central do Partido Comunista, criticando os “comissários políticos do século passado” que determinam e mandam publicar o que acham que ele deve, ou não, dizer. Concluiu dizendo que na compra da Escola da Marinha alguém mudou de opinião mas não terá sido ele. E despediu-se com uma adaptação de Ary dos Santos: “Serei tudo o que disserem, mas vereador castrado não”. A isto se chama sair com estrondo...

Edição de 28.09.2017 | Cartoon da Noticia
Saída com estrondo

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...