uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Maus cheiros continuam em Alcanena mas não se sabe quem polui
Fernanda Asseiceira

Maus cheiros continuam em Alcanena mas não se sabe quem polui

Presidente da câmara municipal já solicitou uma fiscalização mais assertiva a algumas unidades industriais para tentar descobrir quem é a fonte poluidora.

Edição de 28.09.2017 | Sociedade

Os maus cheiros que se têm sentido nos últimos dias em Alcanena levaram a presidente da câmara municipal, Fernanda Asseiceira (PS), a interromper a campanha eleitoral para participar numa reunião extraordinária do conselho de administração da Associação de Utilizadores do Sistema de Tratamento de Águas Residuais de Alcanena (AUSTRA) para debater a questão e tentar perceber o que está na origem dessa situação.
Em conferência de imprensa realizada na tarde de segunda-feira, 25 de Setembro, a autarca afirmou que os relatórios apresentados pela AUSTRA não são conclusivos. Para já foi decidido pelo conselho de administração da AUSTRA que a carga de sulfuretos provenientes das unidades fabris passa a ser derretida nas próprias fábricas, não dando entrada nas águas que são encaminhadas para a Estação de Tratamentos de Águas Residuais (ETAR). Ficou também decidido exercer uma acção fiscalizadora mais assertiva junto de algumas fábricas que impedem a AUSTRA de entrar nas instalações para fiscalizar.
A presidente da Câmara de Alcanena disse ainda estar profundamente empenhada na resolução deste problema ambiental, que é de todos e que afecta todos, por isso já pediu a presença urgente de técnicos da Inspecção Geral da Agricultura, do Mar, do Ambiente e do Ordenamento do Território em Alcanena para encetar uma acção fiscalizadora, no sentido de apurar responsabilidades.
Fernanda Asseiceira acrescentou ainda que a Universidade de Aveiro já esteve em Alcanena para avaliar as condições, no sentido de iniciar o estudo encomendado pela AUSTRA, tal como O MIRANTE já noticiou, e vai iniciar os trabalhos no próximo dia 2 de Outubro.

Maus cheiros continuam em Alcanena mas não se sabe quem polui

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...