uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Quase um milhão de euros para novo lar de idosos na Vala do Carregado
OBRA. Edifício ficou praticamente vazio desde que foi inaugurado e vai agora ter nova utilização

Quase um milhão de euros para novo lar de idosos na Vala do Carregado

Município de Vila Franca de Xira aprovou verba de 211 mil euros para comparticipar os trabalhos. Edifício municipal que está sem utilização há cinco anos vai receber obras para acolher um lar de idosos da Associação de Promoção Social da Castanheira do Ribatejo.

Edição de 28.09.2017 | Sociedade

O edifício municipal na Vala do Carregado, Castanheira do Ribatejo, que está há cinco anos fechado por falta de actividade da única associação que o ocupava, vai ser usado como lar de idosos e já está garantido o seu financiamento.
Na última reunião pública da Câmara de Vila Franca de Xira foi aprovado um apoio financeiro extraordinário para a Associação de Promoção Social (APS) da Castanheira, no valor de 211 mil euros, para que esta possa fazer face a uma parte das despesas com as obras de adaptação do edifício. No total, a obra representará um investimento de 846 mil euros, verbas que a associação irá suportar.
“Ainda há questões no projecto a limar mas no essencial ele está concluído. A APS tem condições financeiras para custear a obra. Segundo nos explicou o presidente da APS, os contactos com a Segurança Social estão a ser feitos e terão sequência. Creio que a Vala do Carregado e a freguesia ficarão cobertas com a valência de idosos que é imprescindível e há o compromisso da APS de que o valor das mensalidades será socialmente adequado”, notou Alberto Mesquita (PS), presidente do município.

Câmara quer preços sociais
A proposta de apoio foi aprovada por unanimidade mas com a exigência de contrapartidas, como a garantia expressa da APS de que o valor da construção será o que foi avançado e não terá desvios, bem como a garantia de que serão cobradas “mensalidades sociais iguais ou inferiores às que são praticadas naquela vila”, notou Alberto Mesquita.
Isto depois da oposição ter levantado várias dúvidas sobre os valores em causa. “Como é que uma associação que não tem idosos quer agora subitamente ter essa valência? O que queremos saber é quanto é que custará a mensalidade a uma pessoa que queira ir para lá. Se um quarto não for mais barato que num lar privado nós não aprovaremos”, criticou Rui Rei, da Coligação Novo Rumo.
Também Helena de Jesus, da Novo Rumo, lembrou que a Castanheira já tem uma associação que lida exclusivamente com idosos, a APATI - Associação Promotora de Apoio à Terceira Idade, e que esta precisa de novas instalações. “A APATI tem uma lista de espera imensa e está em instalações muito velhas, com uma cozinha antiquíssima, sem salas de visitas e com os idosos em cadeirões inadequados. Não se percebe como está há anos sem ajuda. Como agora se apoia a APS e se volta a ignorar a APATI?”, criticou.
Do lado da CDU, também o vereador Paulo Rodrigues admitiu a “grande necessidade” deste novo lar de idosos mas alertou para o facto de não estarem ainda garantidos acordos de cooperação com a Segurança Social para o financiamento de utentes para aquele espaço. “Dificilmente a Segurança Social aceitará fazer acordos com a APS no futuro. Isso significa que socialmente será complicado proporcionar ali valores baixos para os utentes”, notou.

Um lar num edifício que nunca serviu para nada

O projecto de adaptação do edifício foi anunciado em 2014 nas comemorações do 43º aniversário da APS. Terá capacidade para 40 utentes, metade em lar e os restantes em centro de dia. A APS é a maior associação da Castanheira, gerindo um património avaliado em seis milhões de euros e acolhendo diariamente meio milhar de crianças, distribuídas pelas valências de berçário, creche, pré-escolar e ATL. Emprega perto de uma centena de funcionários.
O edifício na Vala do Carregado, recorde-se, custou 375 mil euros à câmara e foi inaugurado há cinco anos. Só foi usado pela Associação Desportiva e Cultural da Vala do Carregado, que acabou pouco tempo depois de receber o edifício.

Quase um milhão de euros para novo lar de idosos na Vala do Carregado

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...