uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Ossadas desaparecidas estavam na mesma sepultura mas com outro cadáver por cima

Edição de 25.10.2017 | O MIRANTE dos Leitores

Este caso passou-se no Cartaxo mas há casos igualmente graves passados noutros cemitérios desde que ali passaram a trabalhar empresas privadas contratadas pelas autarquias. Eu aceito que sejam contratadas empresas privadas para a realização de certo tipo de trabalhos públicos, sempre que isso represente ganhos em termos económicos e melhoria dos serviços mas há que ter alguma atenção com o perfil de certos trabalhos a realizar. Tratar de mortos não é o mesmo que erguer muros, construir edifícios ou estradas. É necessário que as empresas contratadas possam dar garantias não apenas técnicas mas também de sensibilidade para os trabalhos a executar.
Delfina Teresa Fernandes Carola

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...