uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Peregrinos pediram ajuda a bombeiros de Santarém mas tiveram que dormir na rua 

Edição de 02.11.2017 | O MIRANTE dos Leitores

Na madrugada de dia 20 de Outubro do corrente ano dois peregrinos de Vila Franca de Xira, com destino a Fátima, molhados da chuva e com frio, foram pedir aos Bombeiros Municipais de Santarém para os deixarem entrar um pouco para descansar e trocar de roupa. Por incrível que pareça tal não lhes foi permitido.
Uma mulher bombeiro que os atendeu não os deixou entrar alegando que não tinham condições para receber peregrinos e mandou-os dirigirem-se aos Bombeiros Voluntários de Santarém, dizendo-lhes que o quartel ficava um pouco mais à frente e à direita.
O Alex e o Hugo agradeceram e continuaram a difícil caminhada. É de lamentar que haja bombeiros a fazer uma coisa destas. O que custava deixá-los entrar? Eram apenas duas pessoas que estavam a pedir ajuda. Afinal não é para ajudar as pessoas que os bombeiros fazem um juramento? Pelos vistos não se pode contar com os bombeiros para tudo.
Continuando a história, eles lá foram à procura dos Bombeiros Voluntários e depois de muito andarem encontraram o quartel fechado. A final não era logo à frente como lhes tinham dito e apesar de terem tocado na campainha com intercomunicador, várias vezes, ninguém os atendeu nem abriu a porta, tendo eles acabado por dormir ao relento no alpendre dos bombeiros. Parece-me impossível que ninguém os tenha visto.
Estas situações devem ser denunciadas. Afinal estamos a falar de bombeiros que fazem um juramento falso porque viram as costas a quem precisa. Podem ser heróis a apagar fogos ou a desencarcerar pessoas em acidentes mas neste caso falharam.
Sónia

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...