uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
União de Freguesias de Malhou, Louriceira e Espinheiro continua sem junta eleita
IMPASSE. Três reuniões depois as três forças políticas com assento na assembleia ainda não conseguiram entender-se

União de Freguesias de Malhou, Louriceira e Espinheiro continua sem junta eleita

À terceira reunião voltou a não haver entendimento entre as várias forças políticas e ainda não há secretário nem tesoureiro eleitos. PS não tem maioria absoluta mas quer ter um executivo monocolor.

Edição de 08.11.2017 | Política

A Junta de Freguesia de Malhou, Louriceira e Espinheiro, no concelho de Alcanena, continua sem o executivo completo por não haver entendimento entre as três forças políticas que compõem a assembleia de freguesia. O PS, que elegeu o presidente da junta por ser a lista mais votada, não tem maioria absoluta na assembleia mas persiste em apresentar uma lista apenas com eleitos seus para os cargos de secretário e de tesoureiro da junta. Na terceira eleição, realizada na noite de 3 de Novembro, a lista do PS voltou a ser chumbada, com cinco votos contra e quatro a favor, e o impasse continua. Refira-se que as coligações PSD/CDS/MPT e CDU têm no total cinco eleitos, contra 4 do PS.
Perante o impasse, Elsa Pereira, eleita pela coligação PSD/CDS/MPT, disse que nunca foi contactada por ninguém, após eleições, para negociar um entendimento e propôs que se suspendesse a reunião para os nove eleitos da assembleia de freguesia poderem conversar no sentido de chegarem a um consenso para formarem o executivo da junta.
O presidente da junta, Luís Cândido (PS), disse que já reuniu com os líderes de bancada para tentar encontrar a solução e concordou em suspender a reunião por meia hora para poderem falar. Depois da reunião privada entre os eleitos o resultado foi mais do mesmo, sem que se tivesse chegado a um consenso. Luís Cândido marcou para data a anunciar mais uma reunião e disse que “estão no bom caminho para o entendimento”.
Nas autárquicas de 1 de Outubro a eleição para a União de Freguesias de Malhou, Louriceira e Espinheiro foi ganha pelo Partido Socialista, com 422 votos, e Luís Cândido, como cabeça-de-lista foi automaticamente eleito para a presidência da junta. A lista da coligação PSD/CDS/MPT conseguiu 410 votos, o que lhe garantiu quatro vogais na assembleia de freguesia, tal como o PS, e a CDU com 110 votos garantiu a representação do vogal Joaquim Almeida, que tem alinhado a sua votação com a da coligação PSD/CDS/MPT.

União de Freguesias de Malhou, Louriceira e Espinheiro continua sem junta eleita

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...