uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Câmara de Salvaterra apresenta queixa nas autoridades contra poluição no Tejo

Autarquia denuncia atentados ambientais de que o rio tem sido alvo com especial impacto a jusante de Vila Velha de Ródão.

Edição de 08.11.2017 | Sociedade

A Câmara de Salvaterra de Magos apresentou queixa no Serviço de Protecção da Natureza e do Ambiente (SPENA) da Guarda Nacional Republicana (GNR) contra a “crescente e visível” poluição do rio Tejo onde têm aparecido frequentemente peixes mortos. O município também pediu esclarecimentos à Agência Portuguesa do Ambiente (APA) sobre o que vai ser feito e que medidas vão ser tomadas pela APA e pelo Ministério do Ambiente para resolver este problema.
“Como se tem constatado é cada vez mais crescente e visível a poluição no rio Tejo, onde têm aparecido frequentemente peixes mortos, derivado de alegadas descargas ilegais no Tejo. Este problema recorrente tem afectado economias locais sobretudo nos concelhos a jusante de Vila Velha de Rodão. Não faz sentido que para defender alguns postos de trabalho se prejudiquem outros”, referiu o presidente do município, Hélder Esménio (PS), em reunião de câmara.
O vereador do Bloco de Esquerda (BE), Luís Gomes, recordou que o seu partido tem, ao longo dos últimos três anos, denunciado, de “forma insistente”, os atentados ambientais no Tejo, rio que tem uma “importância fundamental para a nossa região, quer pelo seu papel histórico na fixação de populações ribeirinhas, quer pelas actividades económicas – agrícolas, piscícolas e turísticas, entre outras”, referiu.
O autarca da oposição na Câmara de Salvaterra de Magos refere que o BE reivindica a realização de mais fiscalizações; a identificação dos poluidores de forma inequívoca e a revisão das licenças, além da necessidade de revisão e suspensão das licenças de descargas de fluentes de algumas empresas que são agentes poluidores do rio.
“Não podemos continuar a assistir a milhares de peixes mortos no rio Tejo. Queremos que os ecossistemas aquáticos seja preservados e que as águas do Tejo estejam em bom estado ecológico”, defendeu.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...