uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Salvaterra de Magos ganha valor com Falcoaria como Património da Humanidade

Salvaterra de Magos ganha valor com Falcoaria como Património da Humanidade

Edição de 16.11.2017 | Aniversário

A Falcoaria Portuguesa foi classificada pela UNESCO como Património Cultural Imaterial da Humanidade. A decisão foi anunciada no dia 1 de Dezembro de 2016, em Adis Abeba, capital da Etiópia, onde decorreu a 11ª reunião do Comité Intergovernamental para a Salvaguarda do Património Cultural Imaterial. O presidente da Câmara de Salvaterra de Magos, Hélder Esménio (PS), viajou com a comitiva portuguesa para a Etiópia pois o seu município liderou a candidatura entregue em 2015. A candidatura foi liderada pelo município de Salvaterra de Magos, em parceria com a Universidade de Évora e a Associação Portuguesa de Falcoaria e o apoio da Entidade Regional de Turismo do Alentejo e Ribatejo. No cerne da candidatura está a existência em Salvaterra de Magos de um edifício icónico, a Falcoaria Real, construído no século XVIII por ordem de D. José I, classificado em 1953 como Imóvel de Interesse Público e recuperado pelo município em 2009, depois da aquisição a um privado que usava o espaço como celeiro agrícola, sendo actualmente um museu vivo.

Salvaterra de Magos ganha valor com Falcoaria como Património da Humanidade

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...