uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Câmara de Coruche com dificuldade em encontrar candidatos a bombeiro com o perfil exigido

Edição de 16.11.2017 | Sociedade

A Câmara de Coruche tem sentido dificuldades em recrutar jovens com menos de 25 anos para os bombeiros municipais que preencham os requisitos pedidos nos concursos, obrigando a autarquia a recorrer a pessoas sem o perfil exigido para preencher as vagas.
“O problema dos concursos para bombeiros é que não há quem tenha menos de 25 anos, o que nos obriga a seleccionar entre os assistentes operacionais interessados, os que são ou já foram bombeiros voluntários”, revelou o presidente da Câmara de Coruche, Francisco Oliveira (PS). O autarca respondia ao vereador do município e ex-comandante dos Bombeiros Municipais de Coruche, Moreira da Silva (CDU), sobre o “perfil relativo” dos bombeiros durante a discussão da proposta de abertura de um concurso para contratação de três bombeiros com vínculo sem termo.
Francisco Oliveira afirmou a
O MIRANTE que até há interessados em fazerem parte dos quadros da corporação municipal, “o difícil é preencherem os requisitos todos, já que um bombeiro municipal para ingressar na carreira tem de ter até 25 anos e tem de ter formação no Centro de Estudos e Formação Autárquica (CEFA), na Escola Nacional de Bombeiros ou nos Sapadores de Lisboa”. E admite que essa é a solução para garantir resposta por parte da corporação. “Esta não é uma solução boa mas, de certa forma, dá-nos o conforto de termos pessoas disponíveis e capacitadas para fazer o socorro”.
Para Moreira da Silva não está em causa a abertura do concurso mas o facto de verificar que as exigências para a contratação de assistentes operacionais não têm nada a ver com as exigências para bombeiros. “Temos muita gente mas não temos bombeiros. Se não houver um pensamento estratégico as coisas vão continuar como estão”, disse o ex-comandante, acrescentando: “Temos um corpo de bombeiros com elementos que na prática têm muita dificuldade em exercer a função de bombeiro. Basta olhar para as pessoas para ver que o perfil é relativo. A câmara devia canalizar esforços para a admissão de bombeiros com as exigências todas”.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...