uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Nélio Tomé

Nélio Tomé

Proprietário da Usipeças - Comércio de peças auto usadas, 35 anos, Almeirim

Edição de 23.11.2017 | Agora Falo Eu

A justiça é igual para todos? Não, não é. Quem tem dinheiro é sempre privilegiado porque pode contratar bons advogados e em consequência ter uma melhor hipótese de defesa.

Lembra-se da última vez que usou a bicicleta como meio de transporte? Tinha por volta dos meus 18 anos, antes de ter tirado a carta de condução.

É adepto de algum clube? Não tenho qualquer ligação a nenhum clube desportivo.

Se lhe saísse o Euromilhões qual era a primeira coisa que fazia? Viajar com a família. Porque a minha família é o que tenho de mais importante no mundo.

Costuma jogar? Sim, costumo jogar mas tenho pouca sorte ao jogo.

Quantos amigos já tem no Facebook? Tenho mais que muitos. As redes sociais também são boas ferramentas para divulgação e venda mas é sempre melhor o contacto directo.

Usa agenda para planear o seu dia-a-dia? Não sinto necessidade de ter agenda pois a minha rotina diária simplifica-me a vida.

Se pudesse ser alguém por um dia quem escolhia ser? O primeiro-ministro. Pelo menos nesse dia tentava mudar algumas coisas que estão mal.

Nas férias prefere praia, campo ou neve? O campo porque a minha esposa é alérgica ao sol e eu próprio também não gosto de praia.

Os jovens estão motivados para manter as tradições? Os jovens de hoje têm outra visão do mundo e deixaram de ter motivação para seguirem as antigas tradições.

O que é que punha a funcionar na sua terra que não existe? Cinema, parques infantis... por exemplo.

Qual foi a melhor viagem (ou passeio) que fez até hoje? O melhor passeio que fiz até hoje foi à cidade de Elvas, no dia do meu aniversário. A minha esposa preparou-me uma surpresa.

No Natal o que não pode faltar na sua mesa? O tradicional bacalhau com couves e um belo vinho branco.

Se o Pai Natal lhe desse a escolher um presente para oferecer à cidade de Almeirim o que escolhia? Gostava que nevasse porque poucas são as pessoas de Almeirim que já viram nevar.

Qual é o seu truque para manter a calma perante um imprevisto? O meu truque para manter a calma é respirar fundo mas às vezes mais vale virar as costas. Sou uma pessoa um pouco explosiva e salta-me a mola com facilidade.

Era capaz de viver sem música? Não. Para mim a música é uma forma de aliviar o stress do dia-a-dia e tornar a vida mais leve.

As pessoas preocupam-se mais ou menos com a saúde? Acho que as pessoas preocupam-se pouco com a sua saúde. Só quando ficam doentes é que vão ao médico e muitas delas não sabem o que é um rastreio.

A beleza é fundamental? Para mim a beleza interior é mais essencial que a nossa beleza exterior.

Em sua casa já se faz a separação do lixo? Sim, mas nem sempre porque os ecopontos ficam longe.

Quantos verdadeiros amigos acha que tem? Contam-se pelos dedos de uma mão mas os que tenho prezo-os bastante.

Fazem falta mais mulheres na política? Acredito que sim. As mulheres têm outra sensibilidade e uma outra maneira de ver as coisas. É importante analisar as situações por diferentes prismas.

A instalação de câmaras de vídeo é uma boa maneira de combater a criminalidade? Poderá ser. Existe uma possibilidade maior de apanhar os criminosos.

Quais as qualidades que mais aprecia numa pessoa? A honestidade e a simplicidade são os melhores princípios que uma pessoa pode ter.

Qual é o seu maior defeito? Sou muito teimoso.

De quantas horas de sono precisa para acordar bem disposto? No mínimo seis horas.

Nélio Tomé

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...

    Capas

    Assine O MIRANTE e receba o Jornal em casa
    Clique para fazer o pedido