uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Sessenta empresas constituídas na região em Outubro

Benavente, Ourém e Santarém foram os concelhos com mais novas sociedades criadas

Edição de 23.11.2017 | Economia

A Nersant - Associação Empresarial da Região de Santarém analisou os dados relativos à constituição de empresas no distrito de Santarém e verificou que foram constituídas, apenas no mês de Outubro, sessenta sociedades. Os concelhos de Benavente, Ourém e Santarém são campeões regionais no que à constituição de sociedades diz respeito. Benavente e Ourém têm nove sociedades constituídas cada um e Santarém oito sociedades constituídas em Outubro. Na análise por concelho, destacam-se ainda o Cartaxo, com cinco sociedades constituídas, seguindo-se os concelhos de Alcanena, com quatro sociedades. Os concelhos de Tomar e Salvaterra de Magos acolheram em Outubro, três novas sociedades cada um.
Neste ranking, com a constituição de duas sociedades, estão os concelhos de Abrantes, Torres Novas, Coruche, Vila Nova da Barquinha, Rio Maior, Golegã e Almeirim. Nos concelhos de Chamusca, Sardoal, Ferreira do Zêzere, Alpiarça e Mação, foi constituída uma sociedade. Constância e Entroncamento foram os únicos concelhos do distrito de Santarém sem qualquer sociedade criada no mês de Outubro.
Quanto à forma jurídica das sociedades, 37 são Sociedade Unipessoal por Quotas, 22 são Sociedade por Quotas, e apenas uma é uma sucursal de uma empresa estrangeira em Portugal. A Classificação Portuguesa das Actividades Económicas (CAE) das sociedades é bastante diversificada, destacando-se apenas a compra e venda de bens imobiliários e o comércio por grosso não especializado, com quatro sociedades constituídas em cada um destes sectores de negócio.
Na análise por sexo, os sócios destas sociedades são maioritariamente do sexo masculino (70%), sendo a percentagem de mulheres ao comando das mesmas, de apenas 30%. Relativamente ao capital social das sociedades criadas, que vai desde um a 125 mil euros, a maioria das mesmas tem um capital social de cinco mil euros (dezoito sociedades) e mil euros (onze sociedades) e 500 euros (oito sociedades). A média do capital social das sociedades criadas é aproximadamente de quatro mil euros por sociedade.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...

    Capas

    Assine O MIRANTE e receba o Jornal em casa
    Clique para fazer o pedido