uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Ciclo de concertos “Cantar Natal” tem início dia 7 de Dezembro

Ciclo de concertos “Cantar Natal” tem início dia 7 de Dezembro

Iniciativa da Associação Canto Firme de Tomar já se realiza há quase trinta anos

Edição de 29.11.2017 | Economia

A edição de 2017 do Ciclo de Concertos “Cantar Natal” da Associação Canto Firme, de Tomar, tem início dia 7 de Dezembro com um espectáculo do Ensemble de Metais e Orquestra de Sopros Canto Firme, na sede da Associação, a partir das 21h00 e termina dia 6 de Janeiro de 2018, pelas 16h00, na Igreja de S. João Baptista, com o concerto de Reis, em que actua o Coro Misto.
Entre as duas datas vai haver uma enorme oferta de concertos, dedicados ao público em geral, mas também aos mais pequeninos, que serão realizados em vários pontos da cidade.
Passaram quase três décadas desde que a Canto Firme de Tomar criou o Ciclo de Concertos “Cantar Natal”, o qual nasceu do Concerto de Reis organizado pelo Coro Misto da Associação.
Nesta edição o ciclo contará com o Ensemble de Metais e Orquestra de Sopros da Canto Firme, com a Orquestra de Suzukis do Conservatório Regional de Setúbal (participação especial da Orquestra Suzukis “Firminhos” da Canto Firme), com o Coro Essence Voices, The BellsBrass Ensemble, Camerata de Cordas da Escola Superior de Música de Lisboa, Coro Misto da Canto Firme, um concerto de Música Antiga por professores do Conservatório de Artes da Canto Firme e a Orquestra Sinfónica de Thomar que actua dia 22 de Dezembro no Cine-Teatro Paraíso.

Em busca de mecenas para a Orquestra Sinfónica de Thomar
A Orquestra Sinfónica de Thomar, que está a celebrar o seu primeiro ano de actividade, procura mecenas que estejam dispostos a patrociná-la, para que o projecto seja sustentável e permita a realização de concertos regulares na região do Médio Tejo, onde as orquestras sinfónicas não são muito evidentes.
Simão Francisco, maestro da OST, disse a O MIRANTE que a criação desta orquestra é a realização de um sonho da Canto Firme de Tomar e dos amantes da música. A Orquestra conta já com um apoio significativo da Câmara Municipal de Tomar e da Junta Urbana de Tomar o o Maestro espera que a Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo também possa constituir-se como um parceiro privilegiado, para envolver a região numa cultura musical diferente das ofertas actuais.
A Orquestra Sinfónica de Thomar é composta por cerca de cinquenta elementos, com uma média de idades a rondar os 25 anos. A constituir a Orquestra estão alunos do Conservatório de Artes da Canto Firme, alunos dos Cursos Profissionais de Música da Canto Firme/Agrupamento Templários, alunos de várias escolas do Ensino Superior de Música, Professores do Conservatório de Artes da Canto Firme e vários profissionais provenientes de vários pontos do país.
A Canto Firme também aposta na dinamização do Auditório Fernando Lopes-Graça, localizado na sua sede, com capacidade para 250 pessoas e gostaria de ver inserido num roteiro de palcos do seu concelho e não só.

Ciclo de concertos “Cantar Natal” tem início dia 7 de Dezembro

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...