uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Orçamento da Câmara de Alcanena prevê obras de vulto para 2018

Obras do centro escolar, do posto da GNR e do mercado municipal estão nos planos da autarquia.

Edição de 29.11.2017 | Economia

A Assembleia Municipal de Alcanena aprovou o orçamento do município para 2018 no valor de 19,5 milhões de euros. A presidente da câmara, Fernanda Asseiceira (PS), explicou que no próximo ano vão avançar grandes obras no concelho, como o Centro Escolar de Alcanena, a requalificação do Mercado Municipal, o posto da GNR, as obras de saneamento básico em Vale Alto e Covão do Coelho, a requalificação da praça de táxis, entre outras.
O Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) também foi aprovado, bem como a Derrama. Foi aprovada a diminuição do IMI para 0,415% nos prédios urbanos, a manutenção de 0,8% nos prédios rústicos, com alguns benefícios em termos de redução do IMI para famílias com filhos ou para quem reabilite prédios degradados.
Conforme lembrou Fernanda Asseiceira, o objectivo é continuar com uma diminuição gradual do IMI sobre os prédios urbanos, mas sempre respeitando o equilíbrio das contas municipais.
O deputado municipal Rui Anastácio (PSD/CDS/MPT) defendeu que o IMI deveria baixar para 0,40%, tendo em conta a perda de população no concelho. Ivo Santos, da CDU, também considerou que a redução deveria ser mais significativa. A proposta da câmara foi aprovada pela maioria socialista, com a abstenção dos eleitos do PSD/CDS/MPT.
Na Derrama, a proposta da câmara, que foi aprovada por maioria, mantém o valor de 1,5% sobre o lucro tributável das empresas. O deputado Ivo Santos defendeu a isenção das empresas com um lucro tributável inferior a 100 mil euros, acabando a CDU por votar contra a proposta por considerar que prejudica as pequenas e médias empresas.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...