uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Presidente do Museu Ferroviário diz que o mesmo pode fechar

Edição de 29.11.2017 | O MIRANTE dos Leitores

O conselho de administração da Fundação Museu Nacional Ferroviário é presidido pelo antigo presidente da Câmara do Entroncamento, Jaime Ramos (PSD), que foi nomeado para o cargo numa altura em que ainda estava a presidir à câmara, em 2013, e cujo mandato já terminou em Julho de 2016. O actual presidente da Câmara do Entroncamento, Jorge Faria (PS), é vogal no mesmo conselho de administração, embora também o seu mandato já tenha cessado, faz agora um ano.
Nos últimos anos e meses nada se soube sobre problemas, o que significa que os mesmos foram escondidos dos cidadãos. Há muito dinheiro público a ser canalizado para ali, para pagar tudo e mais alguma coisa. Só o ordenado do presidente do conselho de administração levou mais de sessenta mil euros do orçamento em 2016. Afinal o que se passa? Os problemas nasceram só agora?
Eu acho que fazer o Museu no Entroncamento foi um erro. A escolha do local baseou-se em bairrismos e não em questões práticas como um estudo sobre previsões de visitantes e de receitas. As iniciativas do Museu vocacionadas para elites que ficam muito bem na foto mas que só dão despesa, são outro erro. Não sou pelo fim dos museus mas sou pelos museus viáveis com direcções que tenham ideias para os manter e para angariar receitas que não saiam apenas dos bolsos dos contribuintes. Espero que coloquem a dirigir o museu alguém com capacidade para tal.
Eurico Bernardes da Silveira

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...