uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Exército dá nega à Câmara de Constância para obras em Santa Margarida

Edição de 06.12.2017 | Política

O Exército recusou o pedido da Câmara de Constância para colocação de uma conduta para cabos de fibra óptica na vala que os militares vão abrir na estrada que liga a estação ferroviária de Santa Margarida ao Campo Militar de Santa Margarida, precisamente com o intuito de levar fibra óptica até esse quartel.
A autarquia queria aproveitar a boleia para mais tarde, na mesma vala aberta pelos militares, se poder levar a fibra óptica a essa freguesia situada na margem sul do Tejo. Outro pedido por parte da Câmara de Constância, e que é um desejo de há muitos anos da população de Malpique, era ver a estrada militar alcatroada com um novo tapete, visto que actualmente se encontra em mau estado. Também aí os militares não cederam.
O Exército argumenta que a verba prevista e orçamentada dá apenas para pavimentar a zona onde vai ser aberta a vala e que, por questões de segurança militar, não é possível passarem duas condutas de fibra óptica na mesma vala.
Apesar das respostas negativas, o presidente da Câmara de Constância, Sérgio Oliveira (PS), afirmou que não vai desistir e já fez vários contactos para que seja viável a concretização daqueles dois projectos. Essas informações foram dadas na reunião descentralizada de câmara que decorreu em Malpique, no dia 23 de Novembro.
Prevê-se que as obras do Exército provoquem congestionamentos no trânsito na estrada militar de Santa Margarida da Coutada.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...