uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Testes em central de betão alarmam bairro de Casal das Areias

Testes em central de betão alarmam bairro de Casal das Areias

Fumo intenso deveu-se ao teste de algumas peças. Unidade aguarda parecer da Agência Portuguesa do Ambiente para começar a funcionar, contra a vontade dos moradores da zona.

Edição de 13.12.2017 | Sociedade

Fumo intenso oriundo de uma central de betão alarmou os habitantes de Casal das Areias, na freguesia de Alverca do Ribatejo, concelho de Vila Franca de Xira. O acontecimento apanhou de surpresa toda a gente, já que parecia indicar o início dos trabalhos da central que foi ali instalada contra a vontade dos moradores, e que aguarda um parecer da Agência Portuguesa do Ambiente (APA) para começar a laborar. “Foram dois dias de azáfama intensa. Era só camiões de um lado para o outro e uma fumarada enorme”, explicou Casimira Rosa, moradora.
As preocupações e o descontentamento chegaram também à junta de freguesia. O presidente da junta, Carlos Gonçalves, garantiu que a fábrica não está a laborar mas sim em testes devido à aquisição de novas peças. O autarca falou com o presidente da Câmara de Vila Franca de Xira, que lhe explicou que a central ainda não tem o licenciamento necessário da APA e que por isso está inactiva.
A instalação desta central já tinha gerado grande polémica. Em Julho de 2016, O MIRANTE deu conta de que a Câmara Municipal de Vila Franca de Xira recebeu várias queixas dos habitantes de Casal das Areias devido à proximidade da central.
As poeiras, rebentamentos e a degradação dos acessos ao bairro devido à passagem dos camiões eram algumas das preocupações expressas pelos habitantes a
O MIRANTE. A CDU, pela voz do vereador Nuno Libório, associou-se às críticas, dizendo que a central não podia ser instalada ali pois ia contra o “princípio da tranquilidade e da qualidade de vida dos moradores da zona”.
Na altura, Alberto Mesquita (PS), presidente da Câmara Municipal de Vila Franca de Xira, resolveu avançar para a suspensão da obra devido a desconformidades encontradas, uma vez que se suspeitava que a obra ia afectar uma linha de água adjacente. Ainda assim, o autarca garantiu que era “uma questão de pormenor” e que a instalação era para avançar, ficando só aguardar um parecer favorável da APA.

Testes em central de betão alarmam bairro de Casal das Areias

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...