uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Falta de autocarros da estação da CP de Santarém para Almeirim

Edição de 21.12.2017 | O MIRANTE dos Leitores

No sábado, ao tentar apanhar um autocarro da Estação de comboios de Santarém para Almeirim, verifiquei que, além de não​ existir um local próprio para o autocarro parar, também não existe indicação de paragem nem horários para consulta.
Verifiquei os horários de Santarém para Almeirim, via internet e vi que faltava uma hora para o autocarro sair de Santarém, pelo que esperei dentro da estação pela hora. Perto da hora previsível de passagem, fui para o passeio em frente à estação e quando vejo o tão almejado autocarro que tinha a indicação de Almeirim fiz sinal de paragem mas o motorista acenou-me com a mão a dizer que ali não tinha ponto de paragem, pelo que, mediante a impossibilidade de sair dali de autocarro, apanhei um táxi que me custou 12 euros.
Isto leva-me a pensar que as pessoas não ​são importantes para a empresa de transportes públicos que neste caso é a Rodoviária Tejo, uma vez que a estação de comboios leva e traz muitos passageiros de e para Almeirim e os autocarros passam à porta da estação mas não param, o que é um absurdo, pelo menos na direcção Santarém/Almeirim.

João Ávila

Nota da redacção.
Os autocarros da Rodoviária do Tejo de Santarém para Almeirim, partem da Estação de camionagem. Na cidade e no site da empresa apenas é indicada como estação intermédia a localidade da Tapada, já depois da Ponte D. Luís I, no concelho de Almeirim. Da Estação de Caminho de Ferro, na Ribeira de Santarém, só partem (e chegam) autocarros das carreiras urbanas). Ao contrário do que escreve o leitor a Rodoviária do Tejo não é uma empresa pública mas sim uma empresa privada.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...