uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Presidente de Alcanena acusa lagares de azeite de poluírem nascente do Alviela

Edição de 21.12.2017 | O MIRANTE dos Leitores

Os lagares de azeite existem e estão no mesmo sítio todo o ano. As pessoas sabem onde eles estão e as “autoridades” só não sabem se não quiserem saber que é o que parece acontecer. Os mesmos deviam ser fiscalizados para se saber se em caso de entrarem em funcionamento têm capacidade para tratar as águas residuais que produzem.
Os que escolhem um buraco na montanha para descarregarem para lá essas águas poluídas não deviam ter autorização para funcionar e se decidissem funcionar as tais “autoridades” já não tinham trabalho a verificar mais nada. Era chegarem lá, fecharem, selarem e mandarem para o tribunal o processo.
Agora vai acontecer o mesmo que acontece todos os anos. Papeladas e burocracias e quando alguma fiscalização lá for, já o azeite foi feito, as águas subterrâneas foram contaminadas sem remédio e voltamos a encontrar-nos para o ano com os mesmos discursos indignados. Primeiro a actividade económica que a gente precisa do azeitinho caseiro e o ambiente que se lixe.
Francisco Melo Venâncio

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...