uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Iluminações de Natal em Benavente com opiniões para todos os gostos

Iluminações de Natal em Benavente com opiniões para todos os gostos

Por tradição, a iluminação de Natal em Benavente só é acesa a partir de dia 8 de Dezembro, o que gera críticas de quem gostava que a decoração das ruas começasse mais cedo. Mas também há quem ache que nessa data se vai muito a tempo. E sempre se poupa energia.

Edição de 21.12.2017 | Sociedade

Nem toda a gente gosta de ver montras enfeitadas e as ruas a cintilar com as iluminações de Natal a mais de um mês da data que se quer comemorar e em Benavente a tradição de se iluminar as ruas só a partir de dia 8 de Dezembro é bem vista por muitos. “Quanto mais tarde forem acesas melhor, para não se gastar muito! Se fosse só cinco dias antes do Natal chegava, porque há coisas mais urgentes para se tratar do que as luzes” defende João Ferreira, 63 anos.
Uma opinião apoiada pelo amigo Carlos Martins, 84 anos, que com ele estava à porta da pastelaria Flor de Benavente e que também defende que “ninguém aproveita realmente as luzes e é um desperdício de dinheiro e de energia”.
O dono da pastelaria, Manuel Fonseca, 55 anos, e também Alfredo de Oliveira, 72, dono do pronto-a-vestir Oliveira, um pouco mais acima na mesma Avenida António Calheiro Lopes, também não notam um aumento da clientela nem mais gente nas ruas por causa das decorações natalícias e por isso concordam que as luzes não devem ser acesas demasiado cedo para poupar nas contas da autarquia. Alfredo reconhece que as luzes embelezam a vila, mas “o frio não ajuda a tirar as pessoas de casa”.
Rafaela Rodrigues, Tomás Santos e Catarina Ferreira, três amigos de 17 anos, são da mesma opinião. Embora sintam mais vontade de passear à noite em Benavente na época natalícia, concordam que “basta ligar as luzes em Dezembro porque Dezembro é que é o mês do Natal”, diz Rafaela.

Luzes ajudam a atrair clientes
Porém, gostavam que o município fosse mais longe e além de acender as luzes nas ruas, também apostasse em ter uma árvore de Natal ou outras animações. “Já que se gasta dinheiro noutras coisas menos necessárias ao longo do ano, nesta época mais importante também se deve gastar porque dá logo outra vida à vila”, defende Rafaela.
Mas há quem discorde. Elídia Paim, dona da loja de decoração Casa Paim, e Vânia Paula, dona do centro de estética Eden Instituto de Beleza, ambos na Rua Luís de Camões, gostavam que as luzes fossem ligadas mais cedo porque reconhecem que ajuda a chamar as pessoas para as ruas e a levar clientela ao comércio local. Vânia vai mais longe e acrescenta que se as montras das lojas forem chamativas ajuda mais que a iluminação das ruas a atrair a clientela.

Assunto discutido em reunião de câmara

Também na Câmara de Benavente não há consenso quanto a este assunto. Na reunião do executivo de 4 de Dezembro, os vereadores da oposição Ricardo de Oliveira (PSD) e Florbela Parracho e Pedro Pereira (PS) reclamaram da decisão de Carlos Coutinho (CDU) de manter a tradição no município e ligar as luzes apenas no dia 8, não só porque é costume, como justificou o presidente, mas também “para poupar nas contas”.

Iluminações de Natal em Benavente com opiniões para todos os gostos

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...