uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Câmara da Barquinha quer comboio raiano a parar na vila

Edição de 28.12.2017 | Sociedade

O presidente da Câmara de Vila Nova da Barquinha, Fernando Freire (PS), não aceita a argumentação da CP - Comboios de Portugal para que o comboio Raiano não pare na estação da vila, considerando a situação “discriminatória e parcial”.
A transportadora invoca a “eficiência de recursos operacionais” e a oferta já programada e articulada com a Renfe (companhia ferroviária espanhola), em resposta às pretensões do executivo de Vila Nova da Barquinha.
Na sua última sessão, Assembleia Municipal de Vila Nova da Barquinha aprovou por unanimidade uma moção de protesto sobre o assunto. Em causa está a não paragem dos comboios regionais de passageiros 5501 e 5500 na estação de Barquinha, comboio que desde Agosto último faz a ligação entre Entroncamento e Badajoz, e que “deveria servir as freguesias de Atalaia e Vila Nova da Barquinha, num total de cerca de 6.000 habitantes”, segundo o presidente da câmara.
A moção aprovada na assembleia municipal “propõe que a direcção executiva da CP revogue a sua decisão e que exista uma paragem mínima de 30 segundos na estação de Vila Nova da Barquinha nos dois sentidos”.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...