uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Reabilitação do mercado de Alpiarça prevista para 2018

Reabilitação do mercado de Alpiarça prevista para 2018

Câmara municipal aprovou orçamento de 10,1 milhões de euros para o próximo ano

Edição de 03.01.2018 | Sociedade

A conclusão da requalificação do jardim municipal e a reabilitação do mercado municipal são dois dos principais investimentos previstos para 2018 no município de Alpiarça que tem um orçamento de dez milhões e 140 mil euros para o próximo ano, um acréscimo de 1,4 por cento em relação a 2017.
O vereador que detém o pelouro das Finanças na Câmara de Alpiarça, João Pedro Arraiolos (CDU), referiu outros investimentos que estão à espera de aprovação e que se prevê que avancem no próximo ano: balneários do estádio municipal, reabilitação do canal de Alpiarça (existe uma candidatura aprovada a fundos nacionais no valor de 32.500 euros) e a requalificação da envolvente à Albufeira dos Patudos.
“Já enviamos uma candidatura a fundos comunitários para requalificação da envolvente à Albufeira dos Patudos. A intervenção é de cerca de 250 mil euros mas precisamos de apoio financeiro para avançarmos com este projecto de requalificação”, explicou João Pedro Arraiolos.
Na área da Protecção Civil, a Câmara de Alpiarça tem previsto adquirir uma viatura para a Protecção Civil e já apresentaram uma candidatura para substituir os portões da área operacional do quartel dos bombeiros municipais. Cerca de 78 mil euros estão previstos para o Plano de Combate ao Insucesso Escolar e o município pretende manter a gestão e responsabilidade das refeições escolares no primeiro ciclo e pré-escolar.
A vereadora da oposição, Sónia Sanfona (PS), considera que o documento das Grandes Opções do Plano (GOP) deve apontar as linhas estratégicas do município. “Gostaria que se apontassem caminhos estratégicos para o futuro, para o mandato inteiro, mas o que vejo é que as propostas das GOP depois não têm tradução no documento do orçamento”, criticou. Lamentou ainda que estejam afectos 110 mil euros para a feira Alpiagra e apenas mil euros para a zona industrial do concelho. “Isto demonstra as intenções do município”, disse.
O presidente da câmara, Mário Pereira (CDU), justificou que os mil euros para a zona industrial são para manter a rubrica aberta e que os valores podem mudar ao longo do ano, consoante as necessidades do município. A vereadora propôs também a criação de um Conselho Municipal de Juventude. Ideia que Mário Pereira referiu não ter “intenção imediata” de concretizar por considerar que são estruturas “muito politizadas” de réplica do que é a discussão política local.
O documento foi aprovado por maioria, com o voto de qualidade do presidente, uma vez que o vereador Carlos Jorge Pereira (CDU) não esteve presente por motivos pessoais, e os votos contra dos vereadores socialistas.

Reabilitação do mercado de Alpiarça prevista para 2018

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...