uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Há quatro anos não conhecia a modalidade em que viria a ser campeã da Europa
DEDICAÇÃO. Carolina treina três dias por semana para estar apta para competir Foto O MIRANTE

Há quatro anos não conhecia a modalidade em que viria a ser campeã da Europa

Carolina Fonseca pratica sport kempo na União Desportiva e Cultural da Aldeia do Sobralinho. Há quatro anos nunca tinha ouvido falar desse desporto de combate em que se sagrou já campeã nacional e europeia.

Edição de 25.01.2018 | Desporto

Com apenas 20 anos, Carolina Fonseca é a atleta mais medalhada da União Desportiva e Cultural da Aldeia do Sobralinho (UDCAS), no concelho de Vila Franca de Xira. Atingiu o ponto alto da carreira em Março de 2017 quando conquistou, na Hungria, o Campeonato Europeu de Point Sparing em Sport Kempo. Foi o primeiro título internacional da carreira, que surgiu três anos depois de se ter aventurado a experimentar um primeiro treino nessa modalidade. “Nunca tinha ouvido falar disto, nem sequer imaginava que alguma vez ia praticar desportos de combate”, contou a O MIRANTE.
Para chegar ao nível onde se encontra, treina três dias por semana durante duas horas. Desde que começou a praticar sport kempo reconhece que se tornou uma pessoa mais regrada em alguns aspectos da vida pessoal, nomeadamente ao nível da alimentação, uma vez que as pesagens são rígidas e um quilo a mais significa uma categoria completamente diferente, com um combate que apresenta outro tipo de dificuldades. “Muitas vezes não como coisas que me apetecem naquele dia porque sei que vou ter campeonato no fim-de-semana”, explicou.
O desporto sempre fez parte da vida de Carolina, muito por incentivo dos pais. Aos dez anos começou a jogar futsal passando por diversos clubes do concelho, chegando mesmo a competir no escalão sénior, aos 17 anos, no Grupo Desportivo de Vialonga.
Um convite feito por Nuno Grilo, um agente da autoridade que já conquistou vários títulos internacionais profissionais, e que agora se dedica ao ensino de desportos de combate e defesa pessoal, levou-a a trocar o futsal pelo Sport Kempo.
Apesar de ainda estar a iniciar a carreira nos desportos de combate, Carolina Fonseca já conta com vários títulos, incluindo um campeonato nacional. Contudo foi o título europeu que a deixou mais orgulhosa, sobretudo porque foi conquistado fora de Portugal.
As viagens regulares que faz até ao estrangeiro são uma das vantagens de praticar este desporto, já que lhe permitem conhecer outros países. Isto apesar de aumentar os custos de uma modalidade que, já de si, é bastante exigente a nível monetário, sobretudo ao nível do equipamento. “Normalmente, por ano, gasto cerca de 150 euros em luvas”, conta.
No entanto, Carolina Fonseca consegue sustentar sozinha a prática do sport kempo, através do emprego no McDonalds e de um planeamento antecipado que faz de todas as viagens e de todo o equipamento que vai precisar para suportar uma época desportiva.

Há quatro anos não conhecia a modalidade em que viria a ser campeã da Europa

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...