uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Uma paixão sem travões pelos carrinhos de rolamentos
ADRENALINA. Jorge construiu o seu primeiro carro, sozinho na garagem, há 25 anos Foto O MIRANTE

Uma paixão sem travões pelos carrinhos de rolamentos

Jorge Fernandes é um entusiasta desses veículos sem motor e tem participado no campeonato nacional da modalidade, sendo um dos poucos da região. O MIRANTE foi vê-lo a descer o acesso sul a Santarém a mais de 70km/hora.

Edição de 25.01.2018 | Desporto

É necessária uma razoável dose de coragem e saudável loucura para se descer a rampa do acesso sul a Santarém aos comandos de um carrinho de rolamentos mas é isso que faz com alguma regularidade Jorge Fernandes, 46 anos. A inclinada rampa é o local de treino habitual do piloto, que tem participado no circuito nacional de corridas em carros de rolamentos. Naquela descida o veículo chega a atingir os 75 km/hora mas, em prova, Jorge já superou a fasquia dos 80km/hora.
É geralmente pela calada da noite, quando o tráfego automóvel diminui, que o piloto escalabitano se atreve a circular naquele troço que liga a rotunda do Politécnico de Santarém ao Retail Park da cidade. Conduzir um carro de rolamentos há 25 anos e não ter grandes cicatrizes ou fracturas para mostrar é outra das façanhas de Jorge Fernandes, que utiliza o mesmo bólide de sempre e que já tem idade para ser considerado um clássico.
Funcionário da Santa Casa da Misericórdia de Santarém, Jorge começou a competir no Campeonato Nacional de Carrinhos de Rolamentos há quatro anos, tendo já conquistado várias medalhas. “A primeira taça que ganhei foi na Moita, não é fácil andar lá à frente daquela gente toda”, garante.
Jorge não passa despercebido nas provas em que participa, sendo conhecido como o “Santarém”. Explica que a alcunha provém do facto de ser um dos poucos participantes do distrito de Santarém a competir nas provas do campeonato nacional e o único do concelho. No distrito de Santarém existe ainda mais um clube, o “Desgasta Alcatrão”, de Torres Novas, composto por seis elementos.
Foi há 25 anos que Jorge construiu o seu próprio carro, sozinho na sua garagem. “Construí-o numa só noite”, garante, cheio de orgulho. O seu maior sonho é que o campeonato nacional passe também pelo distrito de Santarém. “Procurei ajuda junto do presidente da Câmara de Santarém e dos presidentes da junta mas não tive resposta”, conta.
Este ano o “Santarém” não vai competir no campeonato nacional. “Foi uma decisão que me custou muito”, garante Jorge. A decisão deve-se à falta de ajudas e patrocínios, pois o seu ordenado não é suficiente para cobrir todas as despesas. “Só na estrutura deste carro investi mil euros e participar numa prova nunca fica menos de 100 euros”, diz.
Tudo o que Jorge mais deseja é um patrocinador que o ajude com os custos de deslocação ou com os custos de manutenção do carro. “Não quero ganhar nada com isto”, assegura, afirmando que as corridas de carrinhos de rolamentos são para si uma paixão e uma forma de esquecer as amarguras da vida.

Uma paixão sem travões pelos carrinhos de rolamentos

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...