uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Lourdes Pintasilgo recordada em Abrantes como “uma mulher irreprimivelmente livre”
Foto DR

Lourdes Pintasilgo recordada em Abrantes como “uma mulher irreprimivelmente livre”

Natural de Abrantes, a única mulher que ocupou o cargo de primeiro-ministro vai ser alvo de várias homenagens ao longo deste ano.

Edição de 25.01.2018 | Política

“Ouvir o Presente, Cuidar o Futuro: Homenagear Maria de Lourdes Pintasilgo” é o mote do projecto apresentado, em Abrantes, pela Fundação Cuidar o Futuro e pela Plataforma Portuguesa para os Direitos das Mulheres, em parceria com o Graal, numa sessão que visou homenagear Maria de Lurdes Pintasilgo no dia 18 de Janeiro, data em que completaria 87 anos.
A ocasião, marcou o início de um programa de homenagens, a decorrer em 2018, àquela que foi a única mulher a liderar um governo em Portugal. A presidente da Câmara de Abrantes, Maria do Céu Albuquerque, referiu ser “um privilégio” receber na cidade uma iniciativa dedicada a “uma mulher desafiante, à frente do seu tempo”.
O pensamento de Lourdes Pintasilgo foi abordado pelo sociólogo e também deputado à Assembleia da República, pelo Bloco de Esquerda, José Manuel Pureza, que privou com a antiga primeira-ministra, tendo participado na sua campanha presidencial, em 1986. “Pintasilgo detestava a simplificação e o pensamento fácil que acantona a realidade em gavetas arrumadinhas (…) Certamente pela verticalidade e pelo seu desassombro no modo de encarar a complexidade das coisas, foi sempre uma cultora da não fronteira”, recordou.
O conferencista referiu que “a luta por uma democracia completa, alicerçada na participação de todos os homens e de todas as mulheres, a partir das suas condições singulares, baseada num conhecimento apontado à transformação, valeu a Lourdes Pintasilgo a desconsideração do Portugal pequenino e mesquinho (…), dos senhoritos, que não perdoou o facto de ter sido interpelado por uma mulher inteligente e irreprimivelmente livre”.
O projecto “Ouvir o Presente, Cuidar o Futuro: Homenagear Maria de Lourdes Pintasilgo” propõe actividades como estudos e publicações, e mobilização local através de audições públicas que terão como ponto alto uma homenagem a Maria de Lourdes Pintasilgo, a ter lugar na Assembleia da República, em 2018. A sessão inaugural em Abrantes decorreu na Biblioteca Municipal António Botto e foi presidida pela secretária de Estado para a Cidadania e Igualdade, Rosa Monteiro.

Lourdes Pintasilgo recordada em Abrantes como “uma mulher irreprimivelmente livre”

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...