uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
População de Vaqueiros volta a reclamar restauração da freguesia
Reunião contou com a participação de dezenas de cidadãos Foto DR

População de Vaqueiros volta a reclamar restauração da freguesia

Moção exige a reversão da agregação das freguesias de Vaqueiros e Casével, no concelho de Santarém.

Edição de 25.01.2018 | Política

A população da extinta freguesia de Vaqueiros, no concelho de Santarém, aprovou, domingo, 21 de Janeiro, uma moção na qual exige “a reversão célere das freguesias de Vaqueiros e Casével” e decidiu promover mais uma petição e um encontro sobre o tema.
Em comunicado, o movimento cívico “Refundar Vaqueiros” afirma que a moção saída da reunião realizada no domingo, que contou com a participação de “dezenas de cidadãos”, vai ser enviada ao Presidente da República, ao Governo (Ministério da Administração Interna), à Assembleia da República, à Câmara e Assembleia Municipal de Santarém e aos diversos partidos políticos.
“Esta reunião acontece após as eleições autárquicas, após o anúncio do ministro [Eduardo Cabrita] em voltar a mexer na reforma administrativa e as promessas dos partidos transmitidos nas últimas eleições”, lê-se no comunicado.
O movimento anuncia a realização, em Fevereiro, de mais um encontro sobre este tema, com a participação de autarcas locais e de deputados, e o início de uma campanha “mil assinaturas por Vaqueiros e Casével”, para nova petição a entregar no Parlamento.
A moção lembra que passaram “mais de cinco anos após a extinção da freguesia” e considera este “o momento oportuno” para a população “se manifestar mais uma vez contra a agregação Casével/Vaqueiros, dado que se tornaram mais claros e evidentes os efeitos produzidos pela extinção da sua junta e assembleia de freguesia”.
Em particular, refere o encerramento da escola e do infantário, do refeitório, do posto de saúde e a alteração de protocolo com instituições particulares de solidariedade social na área de apoio social, “entre outras perdas”.
O texto lembra ainda “as diversas deliberações da assembleia de freguesia da união Casével/Vaqueiros favoráveis à refundação destas” e sublinha que Vaqueiros “possui potencial ao nível do património construído, equipamentos colectivos, infraestruturas de saneamento básico, habitação social e passado histórico de grande relevo na história de Portugal”.
À lista de argumentos junta-se “o afastamento de 25 quilómetros relativamente à sede do concelho”, Santarém, e “a necessidade de combater o isolamento e a desertificação, promovendo a fixação da população”.

População de Vaqueiros volta a reclamar restauração da freguesia

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...