uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Câmara de Abrantes alerta proprietários para a obrigação de limparem os seus terrenos
Foto O MIRANTE

Câmara de Abrantes alerta proprietários para a obrigação de limparem os seus terrenos

Campanha de sensibilização vai decorrer durante os meses de Fevereiro e Março e visa a prevenção de incêndios florestais.

Edição de 25.01.2018 | Sociedade

A Câmara de Abrantes apresentou no dia 15 de Janeiro a campanha de informação e sensibilização para a defesa da floresta 2018 e a organização do Serviço Municipal de Protecção Civil. A sessão serviu ainda para fazer um ponto de situação relativo ao trabalho dos grupos constituídos no âmbito do Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Florestais (DECIF), formados depois dos grandes incêndios do Verão de 2017.
Maria do Céu Albuquerque, presidente da Câmara de Abrantes, afirmou que, após os incêndios do último Verão, o plano não ficou igual. “Tendo por base aquilo que aconteceu no nosso território, o incêndio de Pedrógão a meio de Junho e depois, mais recentemente, o grande incêndio de meados de Outubro, deixar-vos-ia sem a informação toda se dissesse que o nosso plano ficou igual. Não ficou. Tentámos ainda ir mais longe em relação aos objectivos a que nos tínhamos proposto”, afirmou.
Inês Mariano, coordenadora municipal de Protecção Civil, apresentou a campanha de sensibilização para a defesa da floresta que o município vai realizar nos meses de Fevereiro e Março. A informação vai estar disponível na câmara, em outdoors, mupis, flyers, cartazes, publicidade nos órgãos de comunicação social, publicidade nas viaturas municipais, na factura da água e na rede Multibanco.
Esta campanha alerta para a necessidade e obrigatoriedade da limpeza dos terrenos por parte dos proprietários até dia 15 de Março e tem como lema “A sua vida não é um brinquedo, previna-se agora!”.
Inês Mariano destacou que, de acordo com a Lei do Orçamento de Estado, é da responsabilidade dos proprietários, a limpeza de uma faixa, não inferior a 50 metros de largura, em redor das habitações, estaleiros, armazéns e outras edificações inseridas em espaços rurais. “É importante que as pessoas percebam que a floresta não pode estar em cima das estradas, das aldeias e das povoações”, sublinhou.
As acções de sensibilização vão decorrer nas juntas de freguesia do concelho e também junto dos alunos das escolas, onde já está em campo a campanha “Rota pela floresta”.
Face à obrigatoriedade da limpeza dos terrenos, se os proprietários não cumprirem, Luís Damas, presidente da direcção da Associação de Agricultores de Abrantes, Constância, Sardoal e Mação, afirmou que “não há capacidade técnica” para dar resposta a esse problema. “O país não está preparado para fazer o que está a ser pedido”, adiantou. “Pode haver o dinheiro todo do mundo mas não há pessoas para fazer isto. Não há. Quem anda nisto sabe”.

Câmara de Abrantes alerta proprietários para a obrigação de limparem os seus terrenos

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...