uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
GNR de Castanheira do Ribatejo quer mudar-se para pavilhão mas câmara dá-lhe nega
PROBLEMAS. Velho posto da GNR tem problemas antigos que precisam de resposta por parte da tutela Foto O MIRANTE

GNR de Castanheira do Ribatejo quer mudar-se para pavilhão mas câmara dá-lhe nega

Pavilhão municipal no bairro de São José é há anos utilizado pelo movimento associativo, o que o município considera ser uma mais valia para a zona. GNR está instalada num quartel sem condições.

Edição de 25.01.2018 | Sociedade

A Guarda Nacional Republicana (GNR), instalada num posto sem condições na Castanheira do Ribatejo, concelho de Vila Franca de Xira, está interessada em mudar-se para novas instalações naquela vila e já pediu para visitar o pavilhão municipal multiusos existente no Bairro de São José.
O bairro integra o Programa Especial de Realojamento (PER) e é uma zona socialmente sensível da freguesia. Por esse motivo os militares acreditam que o espaço, a ser ocupado pela GNR, além de ter espaço suficiente para albergar o efectivo poderia também ajudar a minimizar ou até acabar com algumas situações de criminalidade ali existentes.
O problema é que o edifício municipal não está livre. Foi cedido há quase uma década à Associação de Promoção Social da Castanheira e entretanto ocupado pela escola de Muay Thai Zfortes com resultados que o município reputa de muito interessantes. Alberto Mesquita, presidente da Câmara de Vila Franca de Xira, já se mostrou indisponível para meter a GNR naquele local.
“Tivemos o pavilhão fechado e sem actividades durante muitos anos e nunca quiseram. Agora que está a ser bem ocupado é que nos pediram para ver o espaço. Agora não podemos retirar quem lá está e ignorar todo o capital social que ali tem sido feito. Quando estava vazio o anterior comandante não o quis, agora pelos vistos o entendimento é diferente”, criticou o autarca.
Mesquita falava sobre o assunto em reunião de câmara, onde as fracas condições do posto da Castanheira voltaram a ser tema de conversa. O autarca assegura que o problema não está esquecido e que a câmara “continuará a fazer o seu trabalho” na procura de um local alternativo de qualidade para os militares.

Posto funciona em condições “lamentáveis”
Já por diversas ocasiões o autarca lembrou, em sessões públicas, a necessidade de ser encontrada uma solução para o quartel da Castanheira, o único do concelho de Vila Franca de Xira que está a funcionar com condições que a Associação dos Profissionais da Guarda considerou serem “lamentáveis”.
Há dois anos o posto foi notícia por causa de uma praga de baratas que assolou o quartel e, sobretudo, o apartamento onde estão situadas as camaratas. Mas além desse problema o posto enfrenta queixas de infiltrações e humidades. Situado no rés-do-chão de um prédio na Avenida Dr. Luís César Pereira, o quartel sofre também de problemas de canalizações. É pequeno para as necessidades e os sanitários apresentam problemas de mau funcionamento das torneiras e autoclismos.
Inaugurado em 1999 pelo então ministro da defesa Jorge Coelho, o espaço tem vindo a degradar-se sem que sejam feitas obras de requalificação.

GNR de Castanheira do Ribatejo quer mudar-se para pavilhão mas câmara dá-lhe nega

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...