uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Foragido do caso Lava Jato no Brasil apanhado no Sardoal

Edição de 08.02.2018 | Sociedade

O suspeito no caso de corrupção Lava Jato, no Brasil, Raul Schmidt, que estava desaparecido, foi apanhado em casa de uma advogada estagiária no Sardoal. O suspeito, que tem ordem de extradição para o Brasil, foi detido na tarde de sábado, 3 de Fevereiro, pela Polícia Judiciária que já andava a tentar localizá-lo há algum tempo.
Raul Schmidt tinha sido detido em 2016 na sua residência em Lisboa a pedido dos tribunais brasileiros. O suspeito ficou com a medida de coacção de apresentações periódicas às autoridades, enquanto decorria o processo de extradição na justiça portuguesa. Quando a decisão de o extraditar foi proferida, Schmidt tinha desaparecido. Segundo o jornal Sol, Schmidt foi “surpreendido pelos inspectores da Judiciária em casa de uma estagiária que trabalha para o seu advogado, Pedro Delille”.
Raul Schmidt está acusado pela justiça brasileira dos crimes de corrupção, branqueamento de capitais e organização criminosa. É tido como o intermediário de subornos a ex-diretores da petrolífera Petrobras, que pertence ao Estado Brasileiro, e de onde terão sido desviados recursos.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...