uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Cemitério de Vila Franca de Xira vai receber obras por fases
Câmara anunciou plano a quatro anos para reparar todos os problemas do cemitério da cidade

Cemitério de Vila Franca de Xira vai receber obras por fases

Presidente da câmara fala em intervenção “muito onerosa” mas imprescindível. As queixas sobre o estado de degradação no cemitério de Vila Franca de Xira não são novas e há agora um plano para o reparar.

Edição de 01.03.2018 | Sociedade

O cemitério de Vila Franca de Xira apresenta problemas que vão custar “muitos milhões de euros” a reparar e por isso as intervenções vão decorrer por fases, num plano a quatro anos, para não pesar demasiado nos cofres municipais. A informação foi avançada pelo presidente do município, Alberto Mesquita (PS), em reunião de câmara.
O autarca já visitou pessoalmente o cemitério, que neste mandato é uma das suas competências directas, para se inteirar de tudo o que precisa de ser feito. E não é coisa pouca. “Temos ali um investimento complicado, só nos muros de contenção de terras terá de ser feito um trabalho vasto. Já não estamos a enterrar ninguém junto dos muros e vamos criar uma faixa de segurança”, explicou Alberto Mesquita.
Nalguns locais a pressão das terras está a fazer os muros cederem para a estrada. A prioridade de intervenção, segundo o autarca, será nas instalações dos trabalhadores municipais. “As instalações dos funcionários são paupérrimas. Repará-las e melhorá-las será a nossa prioridade. Vamos demolir os espaços velhos e há um conjunto de trabalhos a serem feitos e outros reforçados para que isso aconteça”, explicou o autarca.
Uma das próximas iniciativas será também o contacto com os proprietários de campas e jazigos que estejam ao abandono e a degradar-se, para que os mesmos sejam reparados ou removidos. “No limite teremos de tentar tomar posse administrativa de alguns jazigos abandonados que estão em franca derrocada para os podermos demolir, senão vão cair”, lamenta o autarca.
Há também a identificação de escadarias em mau estado e partidas que precisam de reparação. As queixas sobre o estado de degradação no cemitério de Vila Franca de Xira não são novas mas têm sido reduzidas nos últimos meses graças a um conjunto de intervenções pontuais de melhoria por parte da câmara. Mas devido à vastidão do espaço e à falta de pessoal há sempre algo a precisar de arranjo.
Há precisamente um ano os funcionários do cemitério estavam a ser confrontados em vários momentos com falta de energia eléctrica e água nas instalações de apoio. O município realizou uma pequena intervenção de reparação e o problema foi ultrapassado. Anteriormente já tinham sido reparadas a capela e a casa mortuária situados dentro do cemitério, que data do século XIX e fica na área mais a sul da cidade, ao longo de uma encosta virada para o rio, na Rua Luís de Camões.

Cemitério de Vila Franca de Xira vai receber obras por fases

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...

    Capas

    Assine O MIRANTE e receba o Jornal em casa
    Clique para fazer o pedido

    Destaques