uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Director do Fatias de Cá recusa medalha da Câmara de Tomar
Carlos Carvalheiro

Director do Fatias de Cá recusa medalha da Câmara de Tomar

Carlos Carvalheiro diz que não ficaria de bem com a consciência se aceitasse camuflar a memória.

Edição de 01.03.2018 | Sociedade

O fundador e director artístico da companhia de teatro Fatias de Cá escreveu à presidente da Câmara de Tomar, Anabela Freitas (PS), a informá-la que não irá receber, no dia do concelho, 1 de Março, a medalha de Valor e Altruísmo, que o executivo camarário lhe atribuiu pelo trabalho desenvolvido desde a criação do grupo em 1979.
Depois de sublinhar que o Fatias de Cá “conviveu, desde sempre e quase sempre, com uma atitude a raiar o ostracismo, por parte do Município de Tomar”, Carlos Carvalheiro pede compreensão pela sua decisão.
“Embora a minha relação com quase todos os autarcas tenha sido pautada pela mútua simpatia, e embora reconheça como bondosa a actual decisão de me ser concedida uma medalha, não ficaria de bem com a consciência se aceitasse camuflar a memória”, escreve.
E Carlos Carvalheiro conclui: “Peço, por isso e por ora, ao Município de Tomar, que não leve a mal por pedir escusa desta Medalha de Valor e Altruísmo, que teve a gentileza de me conceder”.

Director do Fatias de Cá recusa medalha da Câmara de Tomar

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...

    Capas

    Assine O MIRANTE e receba o Jornal em casa
    Clique para fazer o pedido

    Destaques