uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Agromais aposta no reforço da comercialização de milho para consumo humano
O 16.º Encontro de Agricultores promovido pela Agromais Plus foi muito participado

Agromais aposta no reforço da comercialização de milho para consumo humano

O 16.º Encontro de Agricultores promovido pela Agromais Plus reuniu mais de trezentos agricultores e distinguiu os melhores produtores.

Edição de 08.03.2018 | Economia

O 16.º Encontro de Agricultores promovido pela Agromais Plus, decorreu pela primeira vez na Hortejo (centro horto-frutícola da Agromais), no Pinheiro Grande, concelho da Chamusca, e dele ressaltou que “o posicionamento da Agromais passa por reforçar a comercialização do milho para consumo humano, para assim valorizar a produção dos agricultores associados”, disse Jorge Neves, director-geral da Agromais – Entreposto Comercial Agrícola, CRL.
O encontro, realizado no dia 28 de Fevereiro, juntou mais de trezentos agricultores e contou com a presença dos presidentes das Câmaras da Chamusca, Paulo Queimado, e da Golegã, José Veiga Maltez, e da Directora Regional da Agricultura e Pescas da Região de Lisboa e Vale Tejo, Elizete Jardim. Durante a iniciativa foi homenageado e atribuído o prémio Carreira, a título póstumo, ao director da Agromais Francisco Manuel Marques que teve um papel determinante e activo ao longo dos 30 anos desse entreposto comercial agrícola, como agricultor e como dirigente.
“Era um agricultor de excelência e entusiasta da inovação e da tecnologia. Andava sempre à frente dos outros”, afirmou Luís Vasconcellos e Souza, presidente da Agromais, quando entregou o prémio a Lurdes Marques, viúva de Francisco Marques.

Na iniciativa foram premiados vários produtores e também um projecto de voluntariado da Universidade Católica de Lisboa

Prémios aos agricultores
No encontro foram atribuídos prémios aos agricultores que se destacaram em 2017 pela sua produção e envolvimento com as organizações. Este ano, além dos prémios “Agricultor do Ano”, “Agricultor Solidário”, “Jovem Agricultor” e “Melhor Produtor” nas culturas da batata, cebola, tomate e milho, foi atribuído pela primeira vez um prémio na categoria “Voluntário+”, destinado a premiar a entidade que, em 2017, mais se envolveu e contribuiu para a divulgação do projecto Restolho, que promove a apanha das sobras das colheitas, para entregar a instituições de solidariedade.
A Hortícolas Casal da Avó foi contemplada com o prémio Agricultor Solidário. A Universidade Católica Lisbon School of Business & Economics ganhou o prémio Voluntário+.
David Camilo foi distinguido com o prémio Jovem Agricultor, Armando Rodrigues foi considerado o melhor produtor de milho e a Agro Anjos ganhou o prémio de melhor produtor de cebola. A Sociedade Agrícola Herdade do Caldas foi o melhor produtor de tomate e a Sociedade Agro Conventinho foi galardoada com o prémio de melhor produtor de batata.
Para assinalar as comemorações dos trinta anos da Agromais, que tem sede em Riachos (Torres Novas), foi apresentado o livro “Três Décadas”, da autoria de José Veiga Maltez, e oferecido um exemplar aos agricultores fundadores da Agromais.

Agromais aposta no reforço da comercialização de milho para consumo humano

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...

    Capas

    Assine O MIRANTE e receba o Jornal em casa
    Clique para fazer o pedido