uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
A arte única de João Carvalho
João Carvalho patenteou um processo para curtir peles e moldá-las em corpos nus

A arte única de João Carvalho

Empresário e artista de Alcanena esculpe peças em pele moldadas em corpos nus. No ArtSpace que criou quer promover o diálogo entre as artes trazendo ao espaço mostras inovadoras de dimensão internacional.

Edição de 08.03.2018 | Sociedade

O ArtSpace João Carvalho, na Gouxaria, arredores de Alcanena, abriu portas em 2013 com a exposição de pintura e escultura “Nu Eterno”. A pintura de João Alfaro e a escultura única de João Carvalho, com a valorização do nu conquistaram a atenção do mundo das artes, em Portugal e no estrangeiro. Depois disso, a colecção de João Carvalho “Nu Eterno”, com peças em pele curtida “moldada” em corpos nus, usando um processo que criou e patenteou, já passou por espaços como o Museu de História Natural, em Lisboa, e a Casa das Artes, no Porto, além de galerias em Bolonha e Milão (Itália).
João Carvalho revelou a O MIRANTE que conseguiu conciliar a veia artística que herdou do seu lado materno, do avô Luís Pereira, com o conhecimento e as técnicas de tratamento das peles que aprendeu com o lado paterno, com o avô António Carvalho, no maior grupo de curtumes de Alcanena, o Couro Azul, que ajudou a criar e crescer.
O ArtSpace, conta João Carvalho, é a sua criação pessoal, “ o espaço onde posso criar, receber colecções e expô-las e ainda ganhar a vida criando colecções para clientes pelo mundo fora”. A consultadoria técnica é outra das grandes apostas profissionais de João Carvalho, que vem conquistando mercado e reputação junto dos industriais de calçado e marroquinaria internacionais.
João Carvalho especializou-se na década de 1980 na Universidade de Ciências Aplicadas de Reutlingen, em Baden Wurttemberg, na Alemanha. Ainda trabalhou nove anos nas empresas da família mas, desde 1992, começou o seu próprio negócio, trabalhando como consultor para várias empresas de moda pelo mundo. “Sou um cidadão do mundo, gosto do belo e de descobrir talentos e não resisto à arte onde quer que a encontre”, revelou.
A tranquilidade da galeria onde estão expostos os quadros digitais de Adam Martinakis abre caminho para uma sala ampla, preenchida de peles, numa enorme paleta de cores, combinadas com telas de grandes dimensões. É aí que prepara as combinações de cores e padrões inspiradas em fotos e imagens que mistura com as amostras que prepara e reúne em livros que vão ditar as tendências das próximas estações, contando com a ajuda de técnicos que trabalham com ele há já vários anos.
João Carvalho referiu a O MIRANTE que o espaço que criou na Gouxaria aposta em promover o diálogo entre as artes, desde a pintura, o desenho, a escultura, a fotografia, a obra gráfica, a poesia, a música e a dança, procurando trazer a esta zona do país “mostras inovadoras de dimensão internacional”.
O empresário artista, que fala fluentemente várias línguas, quer continuar a projectar o ArtSpace como uma plataforma artística de artistas consagrados e emergentes que estarão presentes em várias feiras internacionais. “O objectivo é mostrar que o que é bom e belo pode sair do Ribatejo e conquistar mundo, porque a arte é universal”, concluiu.

A arte única de João Carvalho

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...

    Capas

    Assine O MIRANTE e receba o Jornal em casa
    Clique para fazer o pedido