uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Couve biológica de três metros na Azinhaga ainda continua a crescer 
Couve de três metros foi plantada no quintal de António Rodrigues

Couve biológica de três metros na Azinhaga ainda continua a crescer 

Edição de 08.03.2018 | Sociedade

No quintal de António Rodrigues, na Azinhaga, concelho da Golegã, há uma couve que está a dar que falar. A semente foi dada por um amigo chamado António Cebola, mas no momento em que a colocou na terra nunca pensou que ia sair dali uma couve com três metros de altura.
“Está aqui há dois anos. Tenho mais umas 10 couves, mas esta é especial. O meu objectivo é que ela ultrapasse a altura da laranjeira”, afirmou o dono da couve em conversa com O MIRANTE. Em 71 anos de vida António Rodrigues nunca tinha visto uma couve tão grande. Apesar de não saber muito bem o porquê daquele legume ter crescido tanto, o serralheiro reformado apresenta dois motivos: “Acho que o segredo para este crescimento é a água que uso. É do poço e não da rede pública. Também não uso fertilizantes naturais, só estrume de coelho”.
O objectivo é deixá-la crescer e António Rodrigues adianta que no mesmo quintal tem uma concorrente que já se começa a destacar. “Tenho ali outra couve que já vai com 2,25 metros. Na minha opinião acho que ainda vai crescer mais do que esta de três metros. Agora é esperar para ver”.
No caldo verde ou com feijão aquela e as outras couves têm sido o acompanhamento ideal nas suas refeições. António Rodrigues não tem certezas quanto ao que originou tamanho legume mas garante que só a vai cortar quando “começar a espigar”. O dono do terreno orgulha-se de tal feito ainda para mais sendo um vegetal cultivado de maneira totalmente biológica.

Couve biológica de três metros na Azinhaga ainda continua a crescer 

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...

    Capas

    Assine O MIRANTE e receba o Jornal em casa
    Clique para fazer o pedido