uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Prédio em ruínas na Ribeira de Santarém foi finalmente demolido
Intervenção garante mais segurança aos moradores

Prédio em ruínas na Ribeira de Santarém foi finalmente demolido

Operação obrigou ao corte do trânsito entre Almeirim e Santarém pela ponte D. Luís

Edição de 15.03.2018 | Sociedade

A demolição da fachada de um edifício na Ribeira de Santarém que sofreu queda parcial ao princípio da manhã de quarta-feira, 14 de Março, obrigou ao corte do trânsito entre Santarém e Almeirim pela ponte D. Luís. A ponte Salgueiro Maia ficou provisoriamente como única alternativa de circulação entre as duas cidades.
Nuno Moleiro, comandante dos Bombeiros Municipais de Santarém, disse que a queda parcial da fachada desse edifício devoluto na Ribeira de Santarém - na estrada que serve a estação ferroviária, junto ao início da subida da Calçada de Santa Clara - obrigou a trabalhos de demolição e remoção dos escombros.
Com o encerramento da Estrada Nacional 114, ligação privilegiada entre o planalto de Santarém e a centenária ponte D. Luís, que atravessa o Tejo ligando ao concelho vizinho de Almeirim, devido ao deslizamento de terras que aconteceu no Verão de 2014, a passagem pela Ribeira de Santarém é actualmente a única alternativa de acesso a esta travessia.
Nuno Moleiro adiantou que o edifício, propriedade de particulares, que já em 2016 havia sofrido uma queda parcial obrigando a uma demolição controlada, estava devoluto, não se tendo registado vítimas nem outros danos. Há muito tempo que era reclamada a sua demolição. Segundo o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Santarém, um outro edifício devoluto em Fazendas de Almeirim, no concelho de Almeirim, teve também que ser demolido nessa manhã devido a risco de ruína.

Prédio em ruínas na Ribeira de Santarém foi finalmente demolido

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...