uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Mais de duas centenas de jovens disputam Tejo Cup
Pedro Barbosa (ao centro) é o patrono da edição deste ano da TejoCup

Mais de duas centenas de jovens disputam Tejo Cup

Competição para os escalões sub-13 e sub-14 é organizada pela Associação de Futebol de Santarém e envolve jogadores de todos os clubes do distrito.

Edição de 21.03.2018 | Desporto

A oitava edição da Tejo Cup, uma competição organizada pela Associação de Futebol de Santarém (AFS), vai envolver cerca de 200 jovens jogadores sub-13 e sub-14 de todos os clubes do distrito que têm equipas desses escalões.
A Tejo Cup foi apresentada no centro comercial W Shopping, em Santarém, tendo a sessão contado com a presença do antigo internacional do Sporting, Pedro Barbosa, patrono da competição, que disse “ser uma honra poder ser patrono deste torneio que é um exemplo em todo o país” e espera que os jovens “se divirtam” porque para o ex-jogador “futebol é paixão e divertimento”.
Em prova vão estar 12 selecções patrocinadas por empresas da região. A primeira fase da prova para os sub-14 disputa-se no dia 25 de Março no campo de jogos do Pego, concelho de Abrantes, para as equipas da zona norte do distrito, enquanto o Parque de Jogos Acílio Rocha, no Porto Alto, recebe as formações da zona sul.
Os sub-13 da zona norte jogam no dia 15 de Abril, no Campo Duarte Ferreira, no Tramagal, concelho de Abrantes. As formações da zona sul terão os seus jogos no Parque de Jogos do CD Salvaterrense, em Salvaterra de Magos. A fase final da competição está marcada para dia 1 de Maio no Complexo Desportivo do Bonito, no Entroncamento.
O presidente da Associação de Futebol de Santarém, Francisco Jerónimo, considera que o torneio é uma oportunidade única que permite a cerca de 200 jovens futebolistas integrar uma selecção, proporcionando a aquisição de experiências desportivas de maior exigência e lembrou ainda que esta é uma forma de as empresas que apoiam o torneio se mostrarem.
Rui Manhoso, vice-presidente da Federação Portuguesa de Futebol, lembrou que este torneio é uma oportunidade para a AFS observar os jovens atletas que poderão envergar a camisola da selecção distrital e “vai ao encontro das ideias que a Federação Portuguesa de Futebol tem acerca do futebol jovem. (…) Não queremos adormecer à sombra dos êxitos e queremos educar dirigentes e todos aqueles que vão aos campos de futebol”.
Iniciativa “Árbitro Protegido” é a novidade deste ano
O presidente do Conselho de Arbitragem da Associação de Futebol de Santarém, Jorge Maia, apresentou a iniciativa “Árbitro Protegido”, que visa sensibilizar todos os agentes do futebol para que os árbitros sejam respeitados por todos os envolvidos na competição. Os jovens árbitros que vão apitar o torneio receberam um insígnia que vão usar ao longo de toda a época desportiva. Podem usar esta insígnia todos os árbitros que tenham menos de 18 anos
Neste primeiro ano o projecto visa só consciencializar as pessoas para a juventude dos árbitros e no próximo ano qualquer tipo de atitude ou comportamento menos correcto vai ter implicação no regulamento disciplinar das competições onde estes clubes estejam envolvidos.

Autarca pede sanções mais duras para “quem não sabe estar no futebol”

O presidente da Comunidade Intermunicipal da Lezíria do Tejo, CIMLT, Pedro Ribeiro, afirmou durante a apresentação da competição que “o futebol é hoje, para além de um desporto, uma industria que gera muitos milhões, mas há para aí muita gente apostada em testar os limites dessa indústria. Vimos muitos maus exemplos na Primeira Liga e se os exemplos de cima não são bons, em baixo ainda são piores”. Pedro Ribeiro refere que “no futebol há um conjunto de regras que todos têm de cumprir, são regras de civilidade e de urbanidade que infelizmente não são cumpridas e temos de chegar a este ponto de ter iniciativas como esta do árbitro protegido. Por isso aproveito para sugerir à associação e ao conselho de arbitragem que sejam muito mais duros naquilo que são as sanções para quem prevarica. Quem se porta mal tem mesmo de ser expulso, irradiado, punido”, concluiu o autarca.

Mais de duas centenas de jovens disputam Tejo Cup

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...