uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Daniela Carvalho
foto DR

Daniela Carvalho

Integradora na Century 21 Casas do Gótico, 27 anos, Santarém

Edição de 29.03.2018 | Agora Falo Eu

Que político convidava para almoçar? Dificilmente convidaria um político para almoçar mas se tivesse que o fazer escolheria o Presidente da República porque parece ser uma pessoa muito humana. No entanto confesso que não sou muito de política.

Que opinião tem da vida nocturna de Santarém? Neste momento considero a noite de Santarém fraca. Não consigo perceber se é pela poluição ou pelos espaços, mas sinto que se encontra tudo muito acomodado.

O que faz falta em Santarém? Fazem falta pessoas com mais ambição e atitude, mais sociáveis e que não vivam apenas das aparências, de modo a que se possam desenvolver outras culturas e até serviços.

Para que país não viajava mesmo que lhe pagassem tudo? Não viajava para os países que neste momento estão em guerra. No entanto gosto bastante de conhecer outras realidades e diferentes culturas.

A que petisco não resiste? Não resisto a umas tripas grelhadas ou a uns caracóis.

Alguma vez pensou em emigrar? Não. Por mais que pareça fria e não esteja sempre a contactar com a família necessito de sentir que a família está próxima.

Qual o piropo mais original que já lhe disseram? Muito sinceramente não é frequente ouvir piropos mas mesmo quando estes surgem não dou importância e não memorizo. Não dou importância a esse tipo de conversa.

Como reagiria se um desconhecido lhe oferecesse flores? Não sei dizer como seria. A minha reacção dependia muito do contexto da ocasião. Poderia agradecer mas também poderia rejeitar. Não gosto de aceitar nada de estranhos, ninguém dá nada a ninguém por acaso.

Gosta de conduzir o carro ou prefere que a conduzam? Gosto de ser eu a conduzir porque não confio muito na condução dos outros. Quando vou no carro e não sou eu a conduzir, por vezes, não digo nada para não parecer mal mas não vou nada descansada.

As redes sociais afastam-nos ou aproximam-nos dos outros? Podemos ter as duas vertentes. Uma delas pode-nos fazer reencontrar aqueles amigos de infância que já não víamos há muito tempo; por outro lado, vemos os jovens de hoje que já não saem juntos e estão sempre fechados a trocar mensagens, posts e likes.

Dia ou noite? Sem dúvida o dia. Adoro um bom dia de passeio em família. É também a luz do dia que permite desenvolver a minha profissão.

As mulheres hoje dão mais atenção ao trabalho do que à família? Será uma maneira das mulheres se sentirem realizadas profissionalmente e não terem dependência monetária de ninguém. Posso dizer que no ramo imobiliário cada vez mais temos mulheres a desenvolver um excelente trabalho e a serem reconhecidas pelo seu mérito. Eu própria, desde que vim para o ramo imobiliário, consegui melhorar a minha qualidade de vida.

Qual é a melhor forma de aliviar o stress? A melhor maneira para libertar o stress é praticar exercício físico. No meu dia-a-dia, quando estou a fazer prospecção, acabo por aliviar. Andar na rua e estar em contacto com os clientes é muito agradável.

As férias têm que ser planeadas ou gosta de ir à aventura sem destino marcado? Sempre fui apologista de umas férias sem destino mas neste momento, com a minha filha, as férias são totalmente diferentes. Não consigo sair de casa sem estar o destino, estadia e tudo o resto bem definido.

Praia ou campo? Se pudesse ter ambos seria óptimo mas não é fácil encontrar um local assim. Gosto de praia mas se forem muitos dias seguidos torna-se cansativo. O ideal era estar no campo, poder desfrutar de uma praia fluvial com uma cascata e dar uns passeios pela floresta.

O que aprecia mais num homem? O que aprecio mais num homem é mesmo o seu carácter, as suas atitudes. Um homem até pode ter um bom físico mas se não tiver carácter e civismo não vale nada.

Já alguma vez se sentiu enganada nos negócios? Não, nunca me senti enganada e o mesmo também acontece no meu dia-a-dia. E também não gosto que os meus clientes se sintam enganados.

Ir às compras é um antídoto para o mau humor? Ir às compras até nem é o meu forte. Não gosto de estar muito tempo dentro dos centros comerciais, ainda para mais se for em épocas de saldos. Há sempre muita confusão.

Tenta seguir a moda? Procuro ter uma imagem cuidada mas não ligo a modas.

Daniela Carvalho

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...

    Capas

    Assine O MIRANTE e receba o Jornal em casa
    Clique para fazer o pedido