uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Falta de condições da Estação do Entroncamento une autarcas

Exposição enviada ao Governo, Presidente e Assembleia da República

Edição de 29.03.2018 | Economia

Os eleitos da Câmara do Entroncamento estão de acordo quanto à necessidade de remodelar a estação de caminho-de- ferro, para que a mesma possa “deixar de ser uma barreira física que divide a cidade e afasta os potenciais clientes, para se tornar num pólo agregador”. Aquela posição foi comunicada ao primeiro-ministro, Presidente da República, Grupos Parlamentares da Assembleia da República, ministro do Planeamento e Infraestruturas, para além de outras entidades.
Não é a primeira vez que os autarcas se pronunciam sobre as péssimas condições de comodidade e segurança da estação mas os sucessivos governos têm ignorado os apelos que são feitos há mais de uma década. Curiosamente, a única intervenção verificada, a colocação, em Abril de 2014, de uma passagem pedonal aérea que tinha sido retirada de uma outra estação, só serviu para agravar as condições de segurança.
“Neste momento os meios de socorro não conseguem aceder a todas as plataformas da estação de forma rápida e eficiente. A simples extracção em maca de um cidadão é um exercício perigoso tanto para a vítima como para os bombeiros pois estes equipamentos de socorro não cabem nos elevadores e o desnível das escadas, que se encontram molhadas uma parte do ano, é muito acentuado.”, pode ler-se numa moção aprovada por unanimidade na reunião do executivo de 5 de Fevereiro.
Depois de lembrar que a estação do Entroncamento, mais do que servir a cidade, serve a região e que o complexo ferroviário da mesma, para além de englobar ainda o Museu Nacional Ferroviário é também uma importante plataforma intermodal de mercadorias, os autarcas consideram ser urgente uma intervenção na mesma.
“Foi feita já a proposta de que se construa uma passagem inferior ou outra que se considere adequada, que ligue as duas partes da cidade e facilite o acesso directo a cada uma das plataformas, de forma cómoda e segura, transformando a estação do Entroncamento num verdadeiro hub regional de transporte ferroviário, moderno e dinâmico. Esta ligação deverá permitir a instalação das bilheteiras, ter largura suficiente para a circulação de pessoas, bicicletas e meios de socorro e segurança”, concluem.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...

    Capas

    Assine O MIRANTE e receba o Jornal em casa
    Clique para fazer o pedido