uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Bombeiros de Abrantes com equipa de intervenção permanente
Ministro Eduardo Cabrita em Abrantes com a presidente do munícipio, Maria do Céu Albuquerque

Bombeiros de Abrantes com equipa de intervenção permanente

Ministro da Administração Interna foi a Abrantes participar numa acção de limpeza da floresta e apadrinhou acordo que permite à corporação local melhorar a capacidade de resposta em caso de acidentes e catástrofes.

Edição de 29.03.2018 | Sociedade

O ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, iniciou a visita a Abrantes, no sábado, 24 de Março, no quartel dos bombeiros voluntários, onde assistiu à assinatura do protocolo para a instalação de uma Equipa de Intervenção Permanente (EIP) nos Bombeiros de Abrantes. “A assinatura deste acordo permite constituir mais uma equipa profissional nos Bombeiros Voluntários de Abrantes e é o que está a acontecer em todo o país. Nós vamos constituir até ao Verão mais 79 equipas destas que se vão juntar às mais de 160 equipas que já existem”, afirmou Eduardo Cabrita.
O governante adiantou que o objectivo do Governo passa por “ter mais de 250 equipas a funcionar em todos os municípios que foram considerados zonas de risco prioritário”. O protocolo, que prevê a constituição da EIP, foi assinado entre a Câmara Municipal de Abrantes, a Autoridade Nacional de Protecção Civil e a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Abrantes.
A EIP é constituída por cinco elementos, um chefe de equipa e quatro bombeiros, que têm o objectivo de “promover a melhoria e eficiência das condições de prevenção e socorro face a acidentes e catástrofes”. Entre as várias missões está o combate a incêndios e uma colaboração generalizada com as acções da Protecção Civil do concelho abrantino.
A presidente da câmara, Maria do Céu Albuquerque (PS), referiu que para a constituição da EIP o município vai financiar a componente que não é coberta pela Autoridade Nacional de Protecção Civil. A autarca adiantou ser “com grande gosto que hoje vemos mais cinco elementos a ficarem em permanência neste corpo de bombeiros e que vão aumentar a nossa capacidade técnica, que vão aumentar a resposta que nós queremos dar cada vez mais pronta e próxima dos nossos cidadãos”.

Limpeza da floresta para português ver
Na apresentação da Acção de Limpeza da Floresta Maria do Céu Albuquerque destacou que este ano o orçamento da câmara contempla um milhão e oitocentos mil euros para a Protecção Civil. “Anualmente, transferimos mais de 700 mil euros para a Associação Humanitária dos Bombeiros para as despesas correntes da associação. Ainda no final do ano tivemos oportunidade de reforçar a associação com mais um veículo tanque”, disse.
Na freguesia de Fontes, o ministro e restante comitiva observaram no terreno a acção de limpeza de terrenos municipais por parte dos sapadores e de alguns particulares. O secretário de Estado das Protecção Civil, José Artur Neves, que também integrava a comitiva, disse a O MIRANTE que todo este empenho de particulares e municípios na limpeza de terrenos “ é fantástico”.
Questionado por O MIRANTE sobre se toda esta azáfama não passava de um grande espectáculo para português ver, José Artur Neves respondeu com boa disposição “que há sempre críticas mas o importante é fazer porque os resultados hão-de aparecer”.

Bombeiros de Abrantes com equipa de intervenção permanente

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...

    Capas

    Assine O MIRANTE e receba o Jornal em casa
    Clique para fazer o pedido