uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Câmara de Santarém dá luz verde a aldeamento turístico na foz do Alviela
José Gandarez, autarca na Assembleia Municipal de Santarém e líder concelhio do PSD, é um dos responsáveis da empresa imobiliária Sky Dreams

Câmara de Santarém dá luz verde a aldeamento turístico na foz do Alviela

Projecto é de empresa ligada ao advogado José Gandarez, líder da concelhia de Santarém do PSD e dirigente da União de Santarém.

Edição de 05.04.2018 | Economia

A empresa Sky Dreams – Investimentos Imobiliários, Lda., com sede em Lisboa, pretende construir um aldeamento turístico na Quinta da Boavista, em Vale de Figueira, no concelho de Santarém, tendo a Câmara de Santarém dado parecer favorável ao pedido de informação prévia apresentado pelo requerente. Uma decisão tomada por unanimidade na última reunião do executivo e que abre portas a esse investimento, sujeito a algumas condições.
A sociedade promotora tem como sócios José Francisco Gandarez, advogado, presidente da concelhia de Santarém do PSD e dirigente da União de Santarém, e a esposa. Segundo a informação disponibilizada à vereação no âmbito do pedido de informação prévia, o aldeamento turístico projectado foca-se numa oferta de alojamento num espaço natural próximo da foz do rio Alviela ligada a um conjunto de actividades de desporto e lazer, como futebol, ténis, canoagem e caminhadas a desenvolver em trilhos existentes.
Prevê-se a construção de quatro núcleos distintos totalizando 80 unidades de alojamento (sendo 6 suites, 40 unidades duplas e 34 unidades isoladas), ligados entre si por percursos naturais e edificados. Ainda segundo a mesma informação, a área total de construção será de 2.800 metros quadrados (m2), sendo 2.100 m2 destinados a alojamento. O edifício principal, com uma superfície de 700 m2 e situado junto ao campo de futebol de 7, albergará os serviços de recepção, técnico e administrativo para além de todos os serviços de apoio ao aldeamento, nomeadamente ginásio, salas de refeições, cozinhas, lavandaria e áreas de armazenamento.
O processo obteve também parecer favorável do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF). Já o Turismo de Portugal, consultado a pedido da empresa, emitiu parecer desfavorável por considerar insuficientes os elementos apresentados. No entanto, a consulta ao Turismo de Portugal é facultativa e não afecta a decisão final do pedido de informação prévia.
O projecto vai ter que observar uma série de condições impostas pelo município em sede de licenciamento. A área máxima de implantação não deverá ultrapassar 15% da área da parcela, sem exceder 6.000 m2, ter um máximo de dois pisos e a altura máxima de 7,5 metros. A proposta a apresentar não poderá alterar os pressupostos de que o empreendimento hoteleiro possuirá menos de 4 estrelas.

A corrida frustrada à Assembleia Municipal de Santarém

José Gandarez foi cabeça-de-lista do PSD à Assembleia Municipal de Santarém nas últimas eleições autárquicas, realizadas em 1 de Outubro de 2017. Candidatou-se depois à presidência desse órgão mas, apesar da bancada do PSD ser a mais numerosa naquele órgão autárquico (embora não tenha maioria absoluta), não conseguiu vencer o socialista Joaquim Neto. A lista socialista contou com 22 votos, apesar da bancada do PS ter apenas 16 eleitos. A lista do PSD, liderada por Gandarez, contou 18 votos, menos um do que o número de elementos da sua bancada presentes na sessão. Uma situação que ilustrou bem as evidentes divisões internas entre os social-democratas que se continuam a verificar.

Câmara de Santarém dá luz verde a aldeamento turístico na foz do Alviela

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...