uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Amigos dos animais ainda não contestaram abate a tiro das vacas do Penhascoso

Edição de 05.04.2018 | O MIRANTE dos Leitores

As vacas da ganadaria Vaz Monteiro, que se tinham tresmalhado em Janeiro e andavam a destruir as hortas e a assustar as pessoas da zona do Penhascoso, concelho de Mação, foram todas, ou quase todas, abatidas a tiro pela GNR. Eram cerca de meia centena e pelos vistos, ao contrário do que disse a responsável da ganadaria, Rita Vaz, a O MIRANTE, não tinham sido reunidas ou, se tinham, escaparam-se outra vez.
Segundo noticiou O MIRANTE em Janeiro a exploração não tinha licença, de acordo com informações da câmara. Ainda bem que o caso foi resolvido antes de haver pessoas feridas porque gado bravo à solta é um perigo. Resta agora saber se a ganadaria vai ser responsabilizada pelo que se passou.
Em Fevereiro ou Março chegou a ser anunciado que os animais iriam ser reunidos e transportados para uma exploração pecuária, dado que representam grave perigo para a saúde pública e animal, bem como para a segurança das pessoas e bens daquela zona e que isso seria feito através da instalação de cancelas e armações em locais estratégicos, sendo os animais atraídos com comida. Afinal aquela ideia, talvez por ser muito trabalhosa, foi posta de parte e os animais abatidos a tiro, proporcionando um bom treino para os elementos da GNR que foram incumbidos de tal missão. Aguardo com ansiedade os protestos dos amigos dos animais.
Soares

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...