uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Povo disse sim à primeira mordoma da Festa dos Tabuleiros
Maria João Morais é a primeira mulher a ocupar o cargo de mordomo da festa dos Tabuleiros

Povo disse sim à primeira mordoma da Festa dos Tabuleiros

Maria João Morais, 59 anos, foi eleita mordoma de uma das manifestações culturais e religiosas mais antigas do país. É a primeira vez que uma mulher tem esta responsabilidade na festa mais marcante de Tomar e da região.

Edição de 12.04.2018 | Sociedade

A organização da Festa dos Tabuleiros está aos poucos a deixar de ser coutada masculina e Maria João Morais é a prova disso ao ser nomeada, na sexta-feira, 6 de Abril, a mordoma desse emblemático evento, ficando para a história como a primeira mulher a comandar os destinos da festa em honra do divino Espírito Santo que se vai realizar em 2019.
Maria João Morais, 59 anos, professora, tem noção que fez história mas considera natural a nomeação de uma mulher para assumir a responsabilidade de coordenar a organização da festa. “Nos anos 50 também não havia mulheres nas comissões do cortejo e do núcleo central e agora já existem”, adianta a nova mordoma após ter sido eleita pelo povo na reunião que encheu os Paços do Concelho.
Ligada às festas desde 1995, quando foi convidada para a comissão do cortejo por António Cabral, a nova mordoma conta que a ideia de ser mordoma surgiu por parte de amigos e do próprio João Victal que foi o mordomo das últimas três festas e que decidiu não assumir mais o cargo. “Ainda fiquei na dúvida, mas acabei por aceitar o desafio”, revela a O MIRANTE.
Ainda emocionada com a sua escolha, Maria João Morais promete que vai manter a tradição, pois, acredita, “é nessa essência que se encontra a beleza da Festa dos Tabuleiros”. Quanto à parte financeira, diz que a festa depende muito do apoio da câmara, mas também necessita da ajuda do povo e das empresas para se realizar. “A festa é do povo e para o povo”, afirma, confessando que “se todos nos juntarmos vamos conseguir fazer a festa”.

“A festa começou hoje”
Sem ainda adiantar os nomes da nova comissão central, a nova mordoma sublinha que, tomada a decisão, começa o trabalho da confecção das flores para compor os tabuleiros, entre muitos outros detalhes que é necessário preparar.
“A festa começou hoje”, afirmou, salientando o trabalho a fazer tanto nas freguesias como nas escolas do concelho, tendo em conta a realização do designado “cortejo dos rapazes”, envolvendo as crianças do concelho. Segundo a mordoma, olhando para o calendário, é provável que a próxima edição da festa venha a acontecer no primeiro fim-de-semana de Julho, culminando as “sete saídas das coroas”, mas a data só será anunciada mais tarde.
Natural de Tomar e professora de História de profissão, Maria João Morais confessa que desde que começou a fazer parte da comissão do cortejo e, mais tarde, em 1999, da comissão central, sempre conseguiu conciliar a organização da festa com as aulas. De tal forma que sempre aceitou corrigir exames nacionais, mas “este ano penso que o agrupamento irá compreender e facilitar-me”, acredita.

Povo disse sim à primeira mordoma da Festa dos Tabuleiros

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...