uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Um sinal vindo do Ribatejo no dia em que Portugal foi campeão da Europa
Carlos Ramos e Fernando Santos são amigos de longa data

Um sinal vindo do Ribatejo no dia em que Portugal foi campeão da Europa

Fernando Santos revelou episódio na apresentação de um livro de Carlos Ramos, um amigo do sleccionador nacional de futebol que já foi padre e actualmente é vereador da Câmara de Torres Novas.

Edição de 19.04.2018 | Desporto

“Não te esqueças, simples como as pombas, prudentes como as serpentes”. Esta foi a mensagem que Carlos Ramos, que já foi padre e actualmente é vereador na Câmara de Torres Novas, enviou ao treinador da selecção nacional de futebol Fernando Santos, na manhã do jogo que ditou a vitória de Portugal no Europeu de Futebol de 2016, em França.
Por coincidência, Fernando Santos, conhecido pela suas convicções religiosas, tinha ouvido a mesma frase na missa, em Marcoussis, e achou que esse era um sinal de que os deuses do futebol estavam com a selecção portuguesa, tomando-a como inspiradora para os jogadores. O treinador revelou este segredo no dia 13 de Abril, na apresentação do livro e tese de doutoramento de Carlos Ramos, intitulada “A Família na Formação da Identidade na Adolescência”, na Biblioteca Municipal de Torres Novas.
Amigos há vários anos, Carlos Ramos conheceu Fernando Santos quando ainda era sacerdote, em Pernes. O seleccionador nacional lembrou que Carlos Ramos foi a primeira visita que recebeu quando esteve na Grécia e a amizade entre os dois tem-se revelado nos momentos mais importantes da vida de cada um.
A tese de doutoramento de Carlos Ramos em Psicologia teve apresentação da sua orientadora, a professora Fátima Simões. A catedrática sublinhou que o estudo conclui que “uma boa relação com os pais explica uma elevada autoestima” e uma baixa tendência para a depressão, sendo a chave para o sucesso na vida e para a felicidade.
Fátima Simões alertou ainda para as elevadas expectativas dos pais em relação aos filhos, que podem funcionar em sentido contrário levando os adolescentes a desenvolver depressão. “Quando o apoio dos pais está demasiado voltado para os resultados escolares tem o efeito inverso”, referiu a professora universitária.
Carlos Ramos concluiu que sempre procurou contribuir para o bem da comunidade, e este livro pode ajudar as famílias a encontrarem linhas de orientação para termos jovens felizes.

Um sinal vindo do Ribatejo no dia em que Portugal foi campeão da Europa

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...