uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Câmara paga mais pela renovação das Piscinas de Almeirim do que na sua construção

Vão ser investidos setecentos mil euros na melhoria das condições e na eficiência energética

Edição de 19.04.2018 | Sociedade

A Câmara de Almeirim vai investir setecentos mil euros na renovação das piscinas municipais, mais do que pagou pela sua construção em 1997, que foi financiada por fundos comunitários. Na altura o equipamento custou 1,5 milhões e a autarquia custeou cerca de duzentos mil euros. Após duas décadas de funcionamento o equipamento acusa algum desgaste e a intenção da autarquia é também melhorar a eficiência energética do espaço, além de criar uma nova imagem. O montante em causa vai ser suportado unicamente pelo orçamento do município, já que não há apoios de fundos comunitários para este tipo de intervenção.
O município não tem condições financeiras para fazer a intervenção global e as obras vão decorrer em três fases nestes próximos três anos. Este faseamento também tem em conta o facto de não se pretender fechar o equipamento para a realização das obras. Para cada fase vai ser lançado um concurso público para escolha das empresas que vão fazer os trabalhos. O concurso para a primeira fase, no valor de cerca de 100 mil euros, vai ser lançado em breve. Para esta primeira intervenção a câmara vai recorrer a um empréstimo bancário com um prazo de pagamento de vinte anos.
Nesta primeira intervenção, que se inicia ainda em 2018, vai ser substituída toda a caixilharia de alumínio da parte do edifício onde se situa a piscina interior. Recorde-se que recentemente a autarquia já tinha feito uma intervenção no espaço do tanque exterior, substituindo o pavimento. O presidente, Pedro Ribeiro, sublinha que a substituição da caixilharia de alumínio e respectivos vidros insere-se “numa preocupação pelo aumento da eficiência energética”, que está subjacente a todo o projecto.
O projecto, na sua totalidade, prevê uma nova imagem exterior, alteração das condições da entrada e recepção das piscinas, melhoria nos balneários e na zona de assistência. Está prevista ainda a colocação de uma pala de protecção, também com preocupações energéticas, na parte traseira do equipamento na zona da piscina descoberta.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...