uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Primeiras Jornadas do Centro Terapia ao Quadrado com inscrições até final de Maio
Equipa tem ao dispor dos clientes uma sala de Snoezelen

Primeiras Jornadas do Centro Terapia ao Quadrado com inscrições até final de Maio

A iniciativa decorre no auditório da Biblioteca Municipal de Tomar e é aberta a todos mediante inscrição prévia.

Edição de 26.04.2018 | Economia

As primeiras jornadas da Terapia ao Quadrado vão decorrer a 16 de Junho, no auditório da Biblioteca Municipal de Tomar, entre as 09h00 e as 18h00. O período da manhã será dedicado à terceira idade e o da tarde à pediatria. Vão ser abordadas temáticas como: Perturbação de Hiperaatividade e Défice de Atenção, Perturbações Neurológicas, Demências, Qualidade de Vida, Terapia Ocupacional, Terapia da Fala, entre outras.
As primeiras jornadas Terapia ao Quadrado estão abertas a todos os interessados e as inscrições decorrem via internet até ao fim de maio : https://terapiaaoquadrado.wixsite.com/jornadast2). “Vamos poder ouvir várias abordagens médicas e terapêuticas sobre estes temas”, antecipam Raquel Carvalho e Catarina Isabel, da direção da Terapia ao Quadrado, cujo Centro Terapêutico se encontra em Torres Novas, na Avenida Município da Ribeira Grande, Urbanização da Quinta da Silvã, lote 85 r/c dto.
O Centro funciona das 08h00 às 20h00, de segunda a sábado. Dispõe de serviços de Psicologia, Terapia Ocupacional, Integração Sensorial, Fisioterapia, Terapia da Fala, Musicoterapia, Psicomotricidade e Sala de Snoezelen.
A Sala de Snoezelen e a Musicoterapia são das abordagens mais procuradas e isso é um factor distintivo a nível da região, uma vez que, normalmente, só se encontram nas grandes cidades.
"Somos provavelmente a única sala de Snoezelen da região que está acessível a todas as pessoas. Algumas instituições dispõem deste equipamento, no entanto, apenas para uso das pessoas que fazem parte da instituição, o que não é o nosso caso. A sala promove o relaxamento e a exploração de todos os sentidos e pode ser aplicada às várias terapias. Os nossos pacientes podem vir até nós mas também nos deslocamos a lares, escolas ou a outras instituições para fazermos as terapias. Os resultados que temos tido são bastante positivos”, diz Patrícia Ramos, Coordenadora do Departamento de Psicologia.
“Trabalhamos casos problemáticas como: Autismo, Perturbação de Hiperatividade e Défice de Atenção, Paralisia Cerebral, Dislexia, Síndromes raros, recuperação após Acidente Vascular Cerebral e Traumatismo Cranioencefálico, Patologias Oncológicas, Alzheimer, Parkinson e outras Demências”, sublinha Marta Varão, Coordenadora Geral.

Primeiras Jornadas do Centro Terapia ao Quadrado com inscrições até final de Maio

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...