uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Reabilitação Oral Integrada
Diogo Baptista

Reabilitação Oral Integrada

Edição de 03.05.2018 | Especial Saúde

Restabelecer a forma e função a quem perdeu a capacidade de mastigar e sorrir faz da Reabilitação Oral uma das áreas da Medicina Dentária mais intimamente relacionadas não só com a auto-estima, mas sobretudo com a qualidade de vida dos pacientes. Cada vez mais se assiste a uma abordagem integrativa e global do paciente como um todo e não apenas focando um dente em particular.
A área da Reabilitação Oral, nomeadamente, tem evoluído de forma muito significativa nos últimos 25 anos. Embora os princípios básicos se tenham mantido praticamente inalterados, as técnicas e materiais que temos hoje ao nosso dispor possibilitam uma escolha diversificada e mais ajustada aos diferentes critérios e necessidades de reabilitação funcionais e estéticos.
A filosofia de tratamento deverá ser sempre baseada nas necessidades do paciente, tendo em vista a opção mais conservadora e minimamente invasiva possível, desde que no final estes dois factores não limitem o principal objectivo – devolver a saúde oral global do paciente.
O raciocínio deve partir sempre do que é ideal e, eventualmente, ir inserindo as condicionantes do paciente. Por isso é fundamental os Médicos Dentistas terem uma visão integral ou trabalharem em equipas interdisciplinares. Caso contrário irão, eles próprios, limitar as opções ao paciente.
Um determinado paciente poderá ter necessidade de, por exemplo, extrair um dente e colocar um implante, desvitalizar o adjacente e colocar um espigão/falso coto, regularizar os níveis gengivais, realizar um branqueamento dentário e por fim efectuar revestimentos com coroas ou facetas em cerâmica pura.
Hoje em dia, através do planeamento reverso, desenho digital do sorriso (DSD), impressões 3D, guias radiológicas e cirúrgicas, cargas imediatas e conceito de dentes-num-dia são tudo ferramentas que dispomos para construirmos o sorriso ideal.
A equipa multidisciplinar deverá estar capacitada para avaliar e integrar todos os tratamentos necessários num plano de tratamento global e estabelecer a sequência terapêutica para que se atinja o resultado final idealizado e que o mesmo seja estável e duradouro no tempo.
O caso clínico apresentado ilustra o modo como a Reabilitação Oral Integrada pode beneficiar e melhorar a condição oral de um paciente que, por apresentar diversos problemas dentários, com um plano de tratamento estudado e um reduzido número de consultas podemos atingir o equilíbrio e harmonia ideais. Caso realizado pela Equipa Médica da Clínica Denticare – Santarém.
* Médico Dentista - Diretor Clínico DENTICARE – Santarém / Especialista em Reabilitação Oral pela FMD – Universidade de Lisboa / Assistente de Reabilitação Oral do ISCS – Egas Moniz

Reabilitação Oral Integrada

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...