uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Almeirim distingue Crial e sete pessoas com medalhas de mérito
Homenageados foram distinguidos pela Câmara de Almeirim

Almeirim distingue Crial e sete pessoas com medalhas de mérito

Edição de 03.05.2018 | Sociedade

A Câmara de Almeirim distinguiu com medalhas de mérito sete personalidades do concelho e o Centro de Reabilitação e Integração de Almeirim (Crial), na noite de segunda-feira, 30 de Abril, numa sessão solene da assembleia municipal. Dois dos distinguidos são antigos treinadores que foram percursores nas suas modalidades na cidade, Álvaro Ribeiro, no atletismo, e Vítor Feteira (conhecido por Fininho), na formação de futebol, que receberam a medalha de mérito desportivo grau ouro.
Álvaro Ribeiro disse que trabalhou sempre com amor à camisola numa altura em que as condições eram quase nulas, tendo agradecido à sua mulher por cuidar dos filhos que não viu crescer por andar no atletismo. Vítor Feteira pediu desculpa por estar a tremer devido a sofrer de Parkinson, tendo salientado que se encontrava muito feliz por ter os seus amigos na cerimónia.
O município distinguiu ainda o treinador de Taekwondo da Associação 20 Kms de Almeirim, Jaime Rosário, pelo trabalho que tem feito na formação de crianças e jovens e nos bons resultados que tem obtido, e o treinador de atletismo, actualmente no Sporting, Daniel Leandro. O treinador de Taekwondo agradeceu a familiares e ao município a distinção e Daniel Leandro agradeceu ao pai e à Associação 20km de Almeirim onde esteve vinte anos.
A medalha de valor e mérito foi atribuída ao Crial e ao ex-presidente da Junta de Freguesia de Almeirim e vereador até ao mandato passado, Joaquim Sampaio. Bem como a duas cidadãs pelo exemplo de vida e dedicação ao longo de mais de três décadas ao serviço da comunidade escolar do concelho: Maria Adélia Fonseca e Maria Fernanda Faria.
Joaquim Sampaio recordou que o que tem feito ao longo da vida tem sido para ajudar as pessoas e nunca em troca de distinções. O presidente do Crial, José Carlos Silva, lamentou que a instituição não consiga acolher mais utentes e salientou que “este reconhecimento ficará para sempre na memória e no coração de quem sente esta casa com se fosse sua”. Maria Adélia Fonseca, que trabalhou na Escola Febo Moniz, contou que vestiu a camisola da escola há 35 anos e nunca a despiu. A professora Maria Fernanda Faria agradeceu a todos com quem se fui cruzando ao longo do percurso de vida.

Almeirim distingue Crial e sete pessoas com medalhas de mérito

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...