uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Serra de Santo António pode ser Património da Humanidade
Marlene Carvalho e Fernanda Asseiceira, presidente da Junta e da Câmara, respectivamente, no dia da comemoração do centenário da freguesia da Serra de Santo António

Serra de Santo António pode ser Património da Humanidade

Presidente do município revelou o objectivo durante as comemorações do centenário dessa freguesia que integra o Parque Natural da Serra de Aire e Candeeiros.

Edição de 03.05.2018 | Sociedade

A presidente da Câmara de Alcanena, Fernanda Asseiceira (PS), anunciou no domingo que pretende avançar com uma candidatura do planalto da Serra de Santo António a Património Imaterial da Humanidade, pretendendo envolver também nesse projecto os municípios vizinhos que integram o Parque Natural da Serra de Aire e Candeeiros.
A paisagem única da Serra de Santo António vai servir de base à candidatura junto da UNESCO (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura). “Vamos lançar o repto aos concelhos que integram o Parque Natural da Serra de Aire e Candeeiros, e avançar com esta candidatura que contribuirá para promover a Serra e as suas gentes”, afirmou Fernanda Asseiceira no discurso que proferiu durante as comemorações oficiais do centenário da freguesia da Serra de Santo António, no domingo, 29 de Abril.
Antes, Marlene Carvalho, presidente da Junta de Freguesia de Serra de Santo António, concelho de Alcanena, falou em orgulho e gratidão para partilhar com a população o momento solene. “Somos uma terra onde a partilha nos une para lutar por aquilo que queremos e orgulhamo-nos de todos aqueles que um dia fizeram as malas para rumar a outros países para concretizar os seus sonhos”, disse a autarca numa alusão aos muitos emigrantes de Serra de Santo António radicados nos Estados Unidos da América e no Canadá.
A comemoração do centenário da freguesia mobilizou toda a população, o que motivou o reconhecimento da presidente da junta. Recuperar tradições, apostar na divulgação e valorização do património natural único da freguesia são objectivos de Marlene Carvalho para colocar a Serra de Santo António na rota do turismo nacional e internacional.
“Dediquem-se à nossa terra de alma e coração e contribuam para o bem comum”, incentivou a autarca, desafiando as gerações mais novas a associarem-se para recuperar tradições e lutar pelas melhores condições na freguesia, onde a natalidade mantém a escola do primeiro ciclo com lotação plena.

As artesãs da Serra

As artesãs da Serra de Santo António confeccionaram as saquinhas de retalhos, típicas da freguesia, para oferecer com as medalhas de mérito aos antigos presidentes de junta e outras entidades. Trabalho totalmente voluntário, que teve também como objectivo ensinar aos mais jovens a arte de fazer essas saquinhas usadas antigamente para levar o farnel para o campo. As artesãs querem transmitir o seu saber, para que a tradição não se perca e possa ser usada actualmente pelas crianças para levarem o lanche para a escola, por exemplo.

Serra de Santo António pode ser Património da Humanidade

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...