uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Chamusca entre as 15 localidades mais poluídas de Portugal
Vista da Chamusca

Chamusca entre as 15 localidades mais poluídas de Portugal

O concelho da Chamusca ultrapassou o limite máximo admitido de partículas presentes no ar, o que tem implicações na saúde dos habitantes. É a única localidade da região com níveis elevados de poluição e a exposição contínua a estas partículas podem causar danos graves para a saúde.

Edição de 10.05.2018 | Sociedade

A Chamusca é uma das 15 localidades portuguesas que se encontram acima do limite máximo de partículas finas inaláveis, que excedem o limite de 10 microgramas por metro cúbico (m3), segundo um estudo da Organização Mundial de Saúde (OMS) revelado na terça-feira, 1 de Maio.
As partículas finas, ou inaláveis, são uma mistura complexa de substâncias orgânicas e inorgânicas, presentes na atmosfera, líquidos ou sólidos, como poeira, fumaça, fuligem, pólen e partículas do solo e que podem penetrar profundamente no pulmão e causar sérios danos à saúde.
O MIRANTE falou com o médico pneumologista José Miguel Carvalho, que considera que “todos os casos de redução da qualidade do ar são negativos” mas, considera, “estamos, como parece claro, com uma situação que não é preocupante”. No entanto, afirma que “as doenças respiratórias, nomeadamente a doença pulmonar obstrutiva crónica (DPOC), são obviamente agravadas por estes excessos de poluição”, nota.
O médico especialista acrescenta que “do ponto de vista individual, se houver problemas de saúde, há sintomas geralmente. O que é necessário, nesse caso, é recorrer ao médico assistente. Não vale a pena ficar angustiado por possíveis problemas de saúde que as notícias nos sugerem. Mas vale a pena, como cidadãos, estarmos informados e exigirmos medidas quando forem necessárias”, afirma.
A médica cardiologista Isabel Monteiro, que O MIRANTE também ouviu sobre o tema, refere que “a poluição aumenta o risco de doenças cardiovasculares e pessoas sujeitas a altos índices de poluição apresentam mais frequentemente hipertensão arterial, doença coronária, arritmias e até morte súbita. Essas partículas ambientais aumentam o dióxido de enxofre que está associado à irritação das vias respiratórias”, explica a especialista, que acrescentando que, “a população não pode tomar muitas medidas porque essas dependem dos organismos públicos e dos reguladores”, refere.
Com a divulgação deste estudo ficou-se a saber que Estarreja, com 15 microgramas, é a localidade que mais sofre com este problema, seguida de Almada e Cascais com 14 microgramas. Lisboa e Porto registam níveis de 13 microgramas Albufeira, Faro, Buraca, Algueirão, Ílhavo e Marateca registam 12 e com 11 microgramas encontram-se Aveiro, Chamusca, Vila do Conde e Setúbal.

Chamusca entre as 15 localidades mais poluídas de Portugal

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...