uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Tortura do sono sim, mas legalmente e... com muita animação 

Tortura do sono sim, mas legalmente e... com muita animação 

Durante as festas populares como a Semana da Ascensão na Chamusca, que este ano decorreu de 5 a 13 de Maio, o Regulamento Geral do Ruído, que estabelece limites em termos de decibéis e define horários a respeitar para uma série de actividades, incluindo espectáculos e diversões, é suspenso. Normalmente é proibido o exercício de actividades ruidosas temporárias na proximidade de edifícios de habitação, aos sábados, domingos e feriados e nos dias úteis entre as 20h00 e as 8h00. Anormalmente , como é o caso da Ascensão, é permitido fazer barulho 24 horas sobre 24 horas. A lei é clara. As actividades ruidosas temporárias promovidas pelo município não carecem de qualquer licença especial, nem de justificação e, desde que não se prolonguem por mais de um mês, não estão sujeitas a quaisquer limites em termos de decibéis. Em termos populares pode dizer-se que é “bombar” até “partir”. Reclamar é sempre possível mas não adianta. Primeiro, porque a câmara parte do princípio que todo o bom chamusquense, independentemente da idade, condição de saúde e horário de trabalho, está disposto a ficar sem dormir nove noites consecutivas, para maior glória da terra; e segundo porque, como dizem os irmãos brasileiros com aquele seu sotaque cantado...está tudo Légau!!!

Edição de 17.05.2018 | Cartoon da noticia
Tortura do sono sim, mas legalmente e... com muita animação 

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...

    Capas

    Assine O MIRANTE e receba o Jornal em casa
    Clique para fazer o pedido